Em um estádio Bento Freitas completamente lotado, com cerca de 15 mil torcedores, e em clima de muita emoção, o Brasil de Pelotas estreou no Campeonato Gaúcho empatando por 3 a 3 com o Santa Cruz-RS, na noite desta terça-feira, pela quinta rodada da competição.

 

 

O Xavante jogou com o uniforme todo preto e sem os números 3 e 7, em referência ao zagueiro Régis e ao atacante Cláudio Milar, mortos no acidente de ônibus que vitimou a delegação xavante no mês passado. O técnico da seleção brasileira, Dunga, esteve presente ao jogo como representante oficial da CBF.

 

O resultado deixa o Santa na liderança provisória da Chave 2, com oito pontos, um a frente do Grêmio, que joga nesta quarta, fora de casa, contra o Veranópolis. O Brasil, que volta a jogar nesta sexta em casa diante do São José de Porto Alegre, está em último na Chave 1, com um ponto.

 

 

Homenagens

Antes de a bola rolar, um grupo de artistas circenses fez uma apresentação no gramado do estádio pelotense. Uma grande bandeira do Uruguai com a efígie de Milar foi aberta em campo. Durante o minuto de silêncio realizado antes do apito inicial do árbitro da Fifa Carlos Eugênio Simon, os torcedores xavantes gritaram os nomes de Régis e Milar, além do preparador de goleiros Giovani Guimarães.

 

Muitos gols em Pelotas

A partir do momento que o jogo começou, as duas equipes passaram a jogar seriamente, deixando o clima festivo de lado. Na primeira etapa, cinco gols foram marcados. Quem saiu na frente foi o Santa, com Eraldo, que aproveitou uma bola mal defendida pelo goleiro Danrlei. O time da casa igualou cinco minutos depois, com Adriano Sella, que chegou a ficar três dias internado após o acidente: ele chutou de fora da área, e a bola desviou na zaga enganando o goleiro Cássio.

Ainda na primeira etapa, Kelson substituiu Milar como cobrador oficial de pênalti e virou o jogo, para delírio da torcida xavante. Empolgado, o Brasil fez mais um logo em seguida. Após cobrança de falta, Alex Martins, que era um dos melhores amigos de Régis, completou meio de canela para as redes fazendo 3 a 1. No finzinho da etapa inicial, novamente Eraldo escorou um cruzamento e diminuiu para o Santa. Após marcar, ele cumpriu a promessa de homenagear seus companheiros e comemorou o gol disparando a famosa flechada do artilheiro uruguaio.

 

Na segunda etapa, o jogo diminuiu de ritmo, e o Santa Cruz conseguiu empatar perto do fim: Eraldo marcou o terceiro dele no jogo e o quarto dele no Gauchão, se isolando na artilharia da competição.

 

 

Os visitantes seguiram dominando, e o Brasil de Pelotas tentando resistir. Após as três alterações, o jogador Magno caiu no gramado, com cãibras. Mas obrigou-se a permanecer em campo após o atendimento.

 

 

Primeiro turno – quinta rodada (horários de Brasília)
Terça, 03/02
Juventude 1 x 2 São José POA
Brasil de Pelotas 3 x 3 Santa Cruz
Quarta, 04/02
18h – Avenida x Sapucaiense
19h30m – Novo Hamburgo x Caxias
19h30m – Internacional SM x São Luiz
20h30m – Esportivo x Ypiranga
22h – Veranópolis x Grêmio
Quinta, 05/02
21h50m – Internacional x Canoas

globoesporte.com

 

 

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Palmeiras vence, termina em terceiro e rebaixa Cruzeiro à Série B

O Estádio do Mineirão viveu uma tarde conturbada neste domingo. Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras garantiu o terceiro lugar ao ganhar por 2 a 0 do Cruzeiro,…

1ª Corrida de Prevenção do AVC movimenta esporte em CG

Aconteceu na manhã deste domingo, 08, a 1ª Corrida e Caminhada de Prevenção do AVC (Acidente Vascular Cerebral), evento promovido pela Liga Acadêmica de Neurologia e Neurocirurgia de Campina Grande (LANEC),…