Por pbagora.com.br

Rubens Barrichello não confirma abertamente a "paquera" com a equipe Williams , mas já considera praticamente garantida sua presença na Fórmula 1 em 2010. Em entrevista antes do GP do Japão, Rubinho disse que pilotará um carro competitivo.

– Próximo ano? Cem por cento. Ou 99,9, talvez seja melhor dizer assim. Está tudo bem aberto. Estou na minha melhor forma, ganhando corridas e sendo falado no paddock. Acho que estarei em um carro competitivo, mas é tudo que posso dizer. Não está fechado – afirmou.

Barrichello não deve continuar na Brawn, já que a equipe negocia com o alemão Nico Rosberg, e Jenson Button é dado como nome certo para o ano que vem – a não ser que a Brawn não chegue a um acordo financeiro com o piloto britânico.

– Meu empresário vai conversar com o time (Brawn), mas a equipe está concentrada em vencer o campeonato, então não vai falar sobre o próximo ano – completou o brasileiro.

A três corridas do fim da temporada, Rubinho é o vice-líder do Mundial de Pilotos, 15 pontos atrás do companheiro de equipe, Jenson Button. O brasileiro ainda não perdeu a esperança.

– É vencer, vencer, vencer. Tenho que tentar vencer a corrida sem me preocupar onde estará Jenson. Depois da corrida, veremos se terei mais ou menos pontos – ressaltou, sobre o GP do Japão, que será disputado neste domingo, dia 4, às 2h (de Brasília).

G1