A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Ronaldo e Obina fazem tira-teima hoje

O estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, já reservou alegrias distintas a corintianos e palmeirenses. Foi no palco interiorano, contra o Palmeiras, que Ronaldo voltou a marcar um gol, depois de 13 meses sem jogar, no 1 a 1 entre as equipes, pelo Campeonato Paulista. Foi lá também que o atacante Obina fez sua festa particular contra o arquirrival, pelo primeiro turno do Brasileiro deste ano, ao anotar todos os gols nos 3 a 0 sobre o Corinthians.

E neste domingo, no mesmo estádio, as equipes se encontraram novamente. Um novo duelo entre Ronaldo e Obina, com ingredientes para se tornar um grande tira-teima entre os atacantes de Corinthians e Palmeiras.

Depois de ficar sete partidas em jejum, Obina desencantou. Na partida contra o Goiás, na última quinta-feira, o atacante teve uma noite mágica no Palestra Itália. Foram três gols e um lindo passe de calcanhar, na vitória por 4 a 0 sobre o Esmeraldino. Noite que animou os torcedores alviverdes, que se apegam ao passado recente do camisa 28 com o maior rival da história do clube verde.

– Se o jogador da última linha não tiver marcação, ele sempre decidirá o jogo. O Obina é perigoso mesmo, faz gols e está em um bom momento. Não se pode dar mole para atacante – opinou o técnico Mano Menezes.

Ronaldo não marca há dois jogos. Não tem encantado como antes, quando definia com certa frequência as partidas para o Corinthians. Mas o histórico de goleador causa arrepios nos rivais. E o faro para o gol, como prova o passado do atleta, não se perde com o tempo. Por isso, Obina não se coloca em melhores condições que o camisa 9 do Timão para este encontro.

 

– Não existe isso. Eu estava antes sem fazer gols e acabei fazendo três. Temos de tomar cuidado com o Ronaldo, e nossa defesa sabe disso. E se o Corinthians ficar preocupado comigo é bom, porque haverá espaços para outros jogadores decidirem a partida para o Palmeiras – avaliou Obina.

globoesporte.com

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe