Robinho, em entrevista publicada pelo site ifobazo.com nesta terça-feira, afirmou que a decisão de deixar o Real Madrid é algo que ele está longe de se arrepender. Segundo o jogador, ele não conseguiria alcançar os seus objetivos pessoais na capital espanhola.
 

– Real Madrid, eu nunca poderia ser o melhor jogador do mundo. Muito menos o artilheiro do time. Portanto, o melhor foi deixar o clube – disse o jogador.

 

Falar do Real é algo que ainda faz Robinho mostrar uma ponta de mágoa. O atacante relembra que foi considerado uma moeda de troca por Cristiano Ronaldo.

 

– Respeito muito Cristiano Ronaldo, mas é inaceitável que tenham me oferecido como parte da negociação para tê-lo. E quando as negociações não avançaram, eles (dirigentes do Real) mudaram o discurso e disseram que eu era muito importante. Porém, quando isso aconteceu, minha cabeça não estava mais no Madrid – afirmou o brasileiro, que gostaria de ver Casillas, Pepe, Guti e Marcelo no Manchester City.
 

globoesporte.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Belo-PB vai para o tudo ou nada em cima do Náutico e espera o apoio da torcida

A diretoria do Botafogo-PB já decidiu que só resta um caminho para o time continuar no G4, do Campeonato Brasileiro da Série C que é ir para o tudo ou…

Confiança e Treze/PB se encaram neste domingo pela Série C

O Confiança entra em campo neste domingo, às 16h, em busca de confirmar matematicamente sua classificação. O time recebe o Treze da Paraíba no estádio Batistão em duelo válido pela…