Robinho, em entrevista publicada pelo site ifobazo.com nesta terça-feira, afirmou que a decisão de deixar o Real Madrid é algo que ele está longe de se arrepender. Segundo o jogador, ele não conseguiria alcançar os seus objetivos pessoais na capital espanhola.
 

– Real Madrid, eu nunca poderia ser o melhor jogador do mundo. Muito menos o artilheiro do time. Portanto, o melhor foi deixar o clube – disse o jogador.

 

Falar do Real é algo que ainda faz Robinho mostrar uma ponta de mágoa. O atacante relembra que foi considerado uma moeda de troca por Cristiano Ronaldo.

 

– Respeito muito Cristiano Ronaldo, mas é inaceitável que tenham me oferecido como parte da negociação para tê-lo. E quando as negociações não avançaram, eles (dirigentes do Real) mudaram o discurso e disseram que eu era muito importante. Porém, quando isso aconteceu, minha cabeça não estava mais no Madrid – afirmou o brasileiro, que gostaria de ver Casillas, Pepe, Guti e Marcelo no Manchester City.
 

globoesporte.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chapa que disputará eleição no Campinense é homologada com uma mudança

Depois do indeferimento da candidatura de Valdir Cabral para a Diretoria de Futebol do Campinense, por questões burocráticas a chapa encabeçada por Paulo Gervany foi homologada e confirmada na disputa…