Por pbagora.com.br

Os gestos ofensivos na direção dos torcedores do São Paulo após fazer o gol do da vitória do Corinthians por 2 a 1, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Paulista, podem trazer problemas para o volante Cristian não só na justiça desportiva. Na terça-feira, um inquérito policial foi instaurado a pedido do Ministério Público para julgar a atitude do jogador. O caso foi incluído no artigo 40 da Lei de Contravenções Penais, que prevê a prisão de 15 dias a seis meses, mas com possibilidade de conversão para ações comunitárias.

De acordo com o delegado Antonio Carlos Barbosa, do 23º Distrito Policial da capital paulista, as imagens da partida serão utilizadas como prova contra Cristian, que também será ouvido.

 

– Foi instaurado um inquérito na terça-feira, por requisição do Ministério Público, por causa do gesto ofensivo do jogador Cristian para a torcida do São Paulo. É uma contravenção penal. Já pedimos a gravação das imagens, além de matérias de jornais. Vamos ouvir a versão do atleta, mas ainda não temos uma data – afirmou.

O delegado explicou como será o procedimento do inquérito, e afirmou que, em até três meses, acredita que o caso estará encerrado.

– O procedimento é bastante simples: os peritos pegam as imagens e ele (Cristian) é ouvido. Pode ser que outros jogadores ou dirigentes sejam ouvidos também. Depois fazemos um relatório bastante sucinto e, em no máximo três meses, acredito que o caso está liquidado.

 

globoesporte.com

Deixe seu Comentário