A pivô Michelle Splitter, irmã de Tiago Splitter, morreu nesta segunda-feira vítima de leucemia. As informações são do blog do Luciano Silva, da ESPN Brasil. Esta foi a segunda manifestação da doença que já havia tirado a jogadora das quadras anteriormente. Desta vez, ela não resistiu.

Splitter, que atua no Tau Ceramica, da Espanha, já está em Campinas, no interior de São Paulo, para acompanhar o velório da irmã.

Depois de sofrer com leucemia e conseguir retornar às quadras em 2007, Michelle Splitter teve a doença diagnosticada pela segunda vez no final de novembro de 2008 e precisou ser internada para um novo tratamento.

A partir de então, Michelle permaneceu no Centro Boldrini, na cidade de Campinas, interior de São Paulo, para dar sequência ao tratamento. Sempre com a ajuda da mãe, a atleta chegou a coroar a recuperação com uma convocação para a seleção brasileira. Michelle era considerada uma das maiores esperanças do basquete feminino do Brasil.

UOL

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Basquete Unifacisa tem vitória expressiva contra Rio Claro em Campina

Grande. O jogo é válido pela primeira rodada da competição Novo Basquete Brasil (NBB).  Com uma vitória expressiva por 101×86, o time paraibano venceu os paulistas e atingiu 20 pontos…

Sport Lagoa Seca supera São Paulo Cristal e sagra-se campeão da 2ª divisão do Paraibano

O Sport Lagoa Seca é o mais novo campeão da 2ª divisão do Campenoato Paraibano. Novo mesmo! O Carneiro conquistou o primeiro título da sua história nessa competição. E que…