A homenagem que o menino Neymar, de 17 anos, prestou ao seu avô Ildemar, falecido no ano passado, logo após fazer seu primeiro gol como profissional do Santos, domingo contra o Mogi Mirim, emocionou o Rei do Futebol, que era ídolo do avô do jovem atacante do Santos. Neymar socou o ar como Pelé fazia na comemoração de seus gols para atender ao pedido do seu pai, Neymar da Silva Santos.

 

– Eu me senti voltando no tempo. O garoto que saiu de Bauru aos 17 anos, mesma idade do Neymar, para treinar no Santos e naquele mesmo ano chegou à seleção brasileira. Foi emocionante ouvir o que disse o Neymar. Especialmente quando afirmou que repetia o meu gesto numa maneira de homenagear seu avô de quem fui um ídolo e que faleceu no ano passado. Só tenho que agradecer pelo gesto. Isso é a coisa boa da vida, especialmente quando parte de um adolescente – disse Pelé, em entrevista ao jornal "O Globo".

Segundo o jornal, o maior ídolo da história do Santos teve a certeza que Neymar tem tudo para vencer no futebol quando o viu nos treinos da base do clube. O pai do jovem promissor ficou feliz de saber que Pelé tinha gostado muito da homenageado:

 

– Eu não tenho o que falar. Se o Pelé ficou emocionado, imagina a gente. Pelé é a maior referência para todos os jogadores e isso tem que ser passado de geração para geração.

 

 

globoesporte.com

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário