A juíza Ieda Maria Dantas, da 5ª Vara da Comarca de Sousa, concedeu liminar na tarde desta sexta-feira (6) cassando relatório do Corpo de Bombeiros e determinando realização do primeiro jogo da final do campeonato paraibano de futebol no Estádio Antônio Mariz, o Marizão, em Sousa.

O jogo havia sido transferido para Patos após constatação do Corpo de Bombeiros de que o Marizão não possui capacidade suficiente para receber o número mínimo de torcedores durante uma final de campeonato, que é de dez mil pessoas.

A juíza atendeu a ação movida pelo Sousa Futebol Clube, determinando o limite de seis mil torcedores pagantes e não-pagantes para a final prevista para o dia 8 de março entre o Sousa e o Treze, de Campina Grande, onde será realizado o segundo jogo.

A decisão foi encaminhada para a Federação de Futebol da Paraíba (FPF), que em respeito à decisão da juíza, manteve a partida no estádio de Marizão, em conformidade com a tabela do campeonato, segundo assinatura do diretor técnico da FPF, Douglas de Araújo Gomes, e a assessora jurídica do órgão, Maria Socorro.

O Sousa Futebol Clube alegou que seria prejudicado em caso de jogo fora do município.


PB Agora

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Lutadores paraibanos vencem evento de MMA no Rio de Janeiro

Com apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), três paraibanos foram campeões do Jungle Figth de MMA realizado nesse fim…