A juíza Ieda Maria Dantas, da 5ª Vara da Comarca de Sousa, concedeu liminar na tarde desta sexta-feira (6) cassando relatório do Corpo de Bombeiros e determinando realização do primeiro jogo da final do campeonato paraibano de futebol no Estádio Antônio Mariz, o Marizão, em Sousa.

O jogo havia sido transferido para Patos após constatação do Corpo de Bombeiros de que o Marizão não possui capacidade suficiente para receber o número mínimo de torcedores durante uma final de campeonato, que é de dez mil pessoas.

A juíza atendeu a ação movida pelo Sousa Futebol Clube, determinando o limite de seis mil torcedores pagantes e não-pagantes para a final prevista para o dia 8 de março entre o Sousa e o Treze, de Campina Grande, onde será realizado o segundo jogo.

A decisão foi encaminhada para a Federação de Futebol da Paraíba (FPF), que em respeito à decisão da juíza, manteve a partida no estádio de Marizão, em conformidade com a tabela do campeonato, segundo assinatura do diretor técnico da FPF, Douglas de Araújo Gomes, e a assessora jurídica do órgão, Maria Socorro.

O Sousa Futebol Clube alegou que seria prejudicado em caso de jogo fora do município.


PB Agora

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Santos cai na estreia de Ceni pelo Cruzeiro e perde chance de disparar

O Santos perdeu a chance de disparar na liderança do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo. Na estreia do técnico Rogério Ceni, com um homem a mais desde o primeiro…

Confiança e Treze/PB se encaram neste domingo pela Série C do Brasileirão

O Confiança entra em campo neste domingo, às 16h, em busca de confirmar matematicamente sua classificação. O time recebe o Treze da Paraíba no estádio Batistão em duelo válido pela…