Com uma atuação cinematográfica, em um jogo de oito gols, o Palmeiras atropelou o CSA e venceu por 6 a 2, nesta quinta-feira, no Pacaembu. Sobraram candidatos à estrela do show. Luiz Adriano e Bruno Henrique, duas vezes cada, Willian e Gómez marcaram para o Alviverde, que só trinfou desde a chegada de Mano Menezes, há cinco jogos. Apodi, com um golaço, e Ricardo Bueno descontaram para os alagoanos.

O Palmeiras, que chega a 45 pontos na segunda colocação e segue na caça ao Flamengo, volta a campo para enfrentar o Internacional no próximo domingo, às 16h, no Beira Rio. No mesmo dia, também fora de casa, o CSA encara o Santos, às 19h.

Os 10 primeiros minutos do Palmeiras foram implacáveis. Aos cinco, Bruno Henrique aproveitou o escorregão de Carlinhos e lançou na direita para Dudu, que avançou e cruzou rasteiro para Luiz Adriano só empurrar. Foi a 14ª assistência do meia-atacante no ano. Depois, o camisa 7 escorou de calcanhar para Scarpa, que cruzou para Bruno Henrique. Em nova participação, o ‘capita’ escorou de peito, no melhor estilo futevôlei, para Willian, com um toque sutil, deslocar Jordi e fazer 2 a 0.

O Rei do Show
Se a etapa inicial do Alviverde foi digna de Hollywood, Bruno Henrique foi o ‘mocinho’. No terceiro gol, o camisa 19 iniciou a jogada no meio, passou para receber, esticou para Diogo Barbosa na esquerda e invadiu área para completar para as redes o cruzamento do lateral. Nos acréscimos, Dudu cobrou escanteio, Luiz Adriano e Felipe Melo desviaram, e Gustavo Gómez, de cabeça, fez o quarto.

‘Sniper’ Alagoano
Diante da atuação de cinema do Palmeiras, Apodi não quis ficar atrás. Aos seis da etapa final, o ‘highlander’ do CSA recebeu na esquerda e mandou um tirambaço de trivela, de muito, muito longe, para fazer um golaço. A bola ainda beijou a trave antes de estufar as redes de Weverton, que nada pôde fazer.

É gol que não acaba mais
Apesar do susto, o Palmeiras seguiu jogando fácil. Scarpa e Willian exigiram boas defesas de Jordi, destaque do CSA na partida, apesar do placar. Aos 29 minutos da etapa final, Lucas Lima, que havia acabado de entrar, cruzou para Luiz Adriano, de sola, fazer o segundo dele no jogo e o sexto com a camisa alviverde em nove jogos. Bruno Henrique, após jogada de efeito de Dudu, invadiu a área para fazer fazer mais um e garantir o papel principal na trama. O festival de gols acabou somente aos 42, com Ricardo Bueno descontando para o Azulão.

Terra

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário