Por pbagora.com.br

 Pai do astro do Barcelona, Jorge Messi enviou uma carta ao juizado espanhol responsável pela investigação de fraude fiscal, pediu desculpas pelas irregularidades cometidas e assumiu a responsabilidade sobre qualquer problema nas finanças do jogador junto ao fisco.

 

Segundo fontes judiciais, Jorge Messi afirmou que seu filho "tem se dedicado sempre e somente a jogar futebol", não sendo o responsável pela dívida de 5 milhões de euros em impostos na Espanha.

 

O pai do jogador ainda culpou Rodolfo Schinocco, seu sócio no gerenciamento das finanças do craque do Barcelona desde 2005, pela sonegação fiscal no período entre 2007 e 2010.

 

O pedido de desculpas e o pagamento da dívida com o fisco não impedirão que Lionel Messi e seu pai sejam indiciados por fraude fiscal. Ambos terão que se apresentar ao juiz no dia 27 de setembro para se defender das acusações.

 

A situação de Jorge Messi é mais delicada, já que as autoridades o acusam de burlar intencionalmente o fisco com o objetivo de não pagar impostos. Parte das irregularidades teriam ocorrido quando o jogador ainda era menor de idade.

 

A tendência é que, além do pagamento da dívida, Messi e seu pai ainda tenham que pagar uma pesada multa pela sonegação fiscal, em acordo que deve ocorrer junto às autoridades espanholas.

Uol