Num cotejo particularmente dramático pelo Grupo 3 da Série A da Nations League, no Stadion Slaski de Chorzov, 55.211 lugares, a Polônia e a Itália batalharam, neste domingo, 14 de Outubro, por sua manutenção na nova competição organizada pela UEFA. Num terceto que também inclui Portugal, as “Águias Brancas” e a “Squadra Azzurra” só pensaram em vencer, nada além de vencer. A igualdade  asseguraria o time das “Cinco Quinas” no topo do grupo e na possibilidade de brigar pela conquista da linda taça que honrará as estantes do seu ganhador. Paralelamente, todavia, relegaria as duas ao risco amargo de um insólito, patético rebaixamento à Série B.

"Szczesny,

Szczesny, da Juventus de Turim, quase o novo herói da Polônia

UEFA

Na quinta-feira, dia 11, no mesmo Slaski, sem Cristiano Ronaldo, que ainda não decidiu retornar á representação nacional de sua pátria, Portugal havia superado a Polônia por 3 X 2. O duelo deste domingo, portanto, fechava a leva de desafios do Grupo 3 em Outubro. Muito superior nos 45’ iniciais, com uma excelente atuação do brasiliano Jorginho, a Itália não abriu uma folga larga por causa do travessão, duas vezes, e do arqueiro Szczesny, outras três, ele que é o titular da sua posição na Juventus de Turim. Terrível, o resultado de 0 X 0.

"Jorginho,

Jorginho, o brasileiro da Itália, uma excelente exibição

UEFA

Quase nada se alterou o panorama na etapa derradeira. A Polônia ainda produziu uma chance isolada num contra-ataque. Mas a “Azzurra” prosseguiu com seu recorde de desperdícios inacreditáveis. Roberto Mancini, um astro antigo da equipe da Bota, hoje o seu treinador, fez o que pôde e o que não pôde para alcançar um tento salvador, menos entrar em campo com a sua camisa 10. Houve 3’ de acréscimos. Aos 92, miracolo, num escanteio cobrado por Insigne, Cristiano Biraghi, 26 de idade, lateral da Fiorentina, na sua terceira pugna pela “Azzurra”, solucionou, 1 X 0. A Itália mantém chances, embora escassíssimas, de tomar a liderança de Portugal. No critério decisivo do confronto direto, a Polônia, sem saída, desembarcou na Série B.

"André

André Silva, de Portugal

UEFA

Classificação
POR – (2j) 6pg, 4gp X 2gc
ITA – (2j) 4pg, 2gp X 2gc
POL – (2j) 1pg, 2gp X 4gc

Partidas restantes:
17/11 Itália X Portugal
20/11 Portugal X Polônia

"Lukaku,

Lukaku, da Bélgica

UEFA

GRUPO 2
12/10 Bélgica 2 X 1 Suíça
Classificação

BEL – (2j) 6pg, 5gp X 1gc
SUI – (2j) 3pg, 7gp X 2gc
ISL – (2j) 0pg, 0gp X 9gc

Partidas restantes
15/10 Islândia X Suíça
Laugardasvoellur, Reykjavyk, 15.000 lugares

Por mais simpatia que suscite, será impossível que a Islândia reedite a preciosa performance que a levou à recente Copa da Rússia.
15/11 Bélgica X Islândia
18/11 Suíça X Bélgica

"Asensio,

Asensio, da Espanha

UEFA

GRUPO 4
12/10 Croácia 0 X 0 Inglaterra
Classificação

ESP – (2j) 6pg, 8gp X 1gc
ING – (2j) 1pg, 1gp X 2gc
CRO – (2j) 1pg, 0gp X 6gc

Partidas restantes:
15/10 Espanha X Inglaterra
Stádio Benito Villamarín, Sevilha, 60.720

Enorme a possibilidade de a “Fúria”, hoje sob o treinador Luís Enrique, ex-craque do Barcelona, antecipar a sua passagem à fase definitiva da competição. A Inglaterra, ao menos, ainda terá a chance de competir, no dia 18 de Novembro, pela sobrevivência na divisão de cima.
15/11 Croácia X Espanha
18/11 Inglaterra X Croácia

"Mbappé,

Mbappé, da França

UEFA

GRUPO 1
13/10 Holanda 3 X 0 Alemanha
Classificação

FRA – (2j) 4pg, 2gp X 1gc
HOL – (2j) 3pg, 4gp X 2gc
ALE – (2j) 1pg, 0gp X 3gc

Partidas restantes:
16/10 França X Alemanha
Stade de Saint-Denis, Paris, 80.698 lugares

Na ida, mesmo em Munique, a França várias vezes acuou a Alemanha, que agradeceu ao resgatado arqueiro Manuel Neuer, por não conceder o tento que, então, já significaria, prematuramente, o seu fim.
16/11 Holanda X França
19/11 Alemanha X Holanda

"O

O prêmio da Nations League

UEFA

Competição que a UEFA criou para mobilizar as suas 55 afiliadas, as suas torcidas e, principalmente, os donos das verbas de patrocínio, a Nations League utiliza as “Datas FIFA” com pelejas verdadeiramente oficiais, não apenas aquelas do estilo caça-níqueis, sem valor comparativo, e se baseia num conceito inusitado. A partir do seu ranking fechado logo após a fase de grupos das eliminatórias da Europa à Copa da Rússia, separou as sua 55 afiliadas em quatro divisões. Na A, claro, obviamente a das melhores, doze seleções. Na B, mais doze. Na C, outras quinze. E, na D, as restantes dezesseis. Em cada grupo das divisões, prélios de ida e de retorno, a se travarem até o dia 20 de Novembro. Os vencedores de cada grupo, em cada Série, então se digladiarão, entre 5 e 9 de Junho de 2019, para a decisão do respectivo campeão. Da D até a B merecerão, ainda o acesso à categoria logo acima. Os quatro últimos de cada grupo, da Série A até a C, serão rebaixados.

 

R7

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Palmeiras vence Fortaleza e chega à 4ª vitória seguida com Mano Menezes

O Palmeiras segue firme na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time comandado por Mano Menezes visitou o Fortaleza, na Arena Castelão, e voltou para casa com…