Por pbagora.com.br

Antes da partida, reverências ao eterno ídolo e ao jovem talento. Os gritos das arquibancadas do Pacaembu para Giovanni, referência do time vice-campeão Brasileiro de 1995, foram altos. Mas não bateram os destinados ao jovem santista Neymar. E no duelo da experiência contra a juventude, venceu aquele que contava com a molecagem.

 

Com gols do veterano Roni e dos jovens Paulo Henrique, atleta paraense que foi para o Santos por indicação de Giovanni, e Neymar, o Santos amplicou 3 a 0 no Mogi Mirim nos 45 minutos finais da partida.

 

De quebra, a equipe de Vagner Mancini chegou aos 27 pontos e voltou a ocupar o grupo dos quatro melhores do Campeonato Paulista, na quarta posição. O Mogi Mirim, por sua vez, segue na lanterna do torneio, com nove
 

 

Na próxima quarta-feira, o Santos volta a jogar, mas pela Copa do Brasil, contra o Rio Branco-AC, na Vila Belmiro. Pelo Paulista, a equipe alvinegra só volta a atuar no domingo, no clássico com o Corinthians, em São Paulo.

 

globoesporte.com

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Longe dos campos por conta de lesão, Léo Moura rebate críticas: “Tou calejado quanto a isso”

Em um vídeo, publicado nas redes sociais nesta terça-feira (11), o jogador Léo Moura, lateral-direito do Botafogo-PB, explicou os motivos que o mantém afastado dos gramados do futebol paraibano, apesar…