A Paraíba o tempo todo  |

Neymar trata tornozelo até no avião

 Muita calma nessa hora. O tratamento da entorse grau 1 no tornozelo de Neymar mobiliza médicos, fisioterapeutas e preparadores físicos do time olímpico. O jogador fez tratamento desde as primeiras horas após a goleada por 4 a 0 contra a Dinamarca e seguiu recuperação no avião, no ônibus e no quarto. A tendência é que o jogador faça treino mais leve nesta sexta-feira, véspera da partida contra a Colômbia. O jogador é o único deste grupo que não teve sequer um minuto de descanso em campo desde o início da preparação em Teresópolis há quase um mês.

 

Voltando de cerca de dois meses de férias – após o fim da temporada do Barcelona e de ficar fora da Copa América Centenário nos EUA -, Neymar disputou os 360 minutos que compreendem o amistoso com o Japão e as três partidas da primeira fase. É nesta mesma intensidade que ele se trata de uma entorse no tornozelo direito. Nesta manhã de sexta-feira, Neymar será mais uma vez avaliado pelos médicos. A comissão técnica vai ouvir o jogador e vai discutir que atividades o camisa 10 pode fazer na véspera do jogo. O treino é às 16h30 no CT do Corinthians.

 

Neymar chegou mancando ao hotel onde a seleção está hospedada, em Guarulhos, na noite de quinta-feira. Chamou a atenção o aparelho que ele carregava na perna direita. É um dispositivo portátil de choque, que tenta acelerar a recuperação da lesão. O craque usa a máquina desde o fim da partida contra a Dinamarca, sem descanso – na viagem de Salvador para São Paulo também utilizou, sob os cuidados dos fisioterapeutas Alex Evangelista e Charles Costa.

 

Se a presença do capitão brasileiro no treino desta sexta-feira ainda é incerta, a comissão técnica conta com o jogador, e a CBF garante que ele não preocupa para o jogo contra a Colômbia.

Minutagem da seleção olímpica:

Neymar – 360

Marquinhos – 353

Douglas Santos – 344

Rodrigo Caio – 339

Gabriel – 332

Gabriel Jesus – 325

Zeca – 317

Renato Augusto – 281

Weverton – 270

Thiago Maia – 249

Luan – 210

Felipe Anderson – 150

Walace – 118

Rafinha – 103

Uilson – 90

William – 59

Rodrigo Dourado – 32

Luan Garcia – 28

Prevenção e rodagem

A condição física de Neymar foi tema na seleção olímpica desde o início da preparação, na Granja Comary. O jogador se submeteu a um trabalho de prevenção de lesão, pois estava voltando de longo período de inatividade. O desempenho da seleção cai bastante sem Neymar. Principalmente em jogos oficiais. O treinador Rogério Micale não testou ainda a equipe sem ele no tempo de preparação em Teresópolis.

Sem ritmo de jogo, o camisa 10 despertou preocupação nas primeiras partidas. O preparador físico da seleção olímpica, Marcos Seixas, chegou a dar entrevista apostando na evolução do jogador de acordo com os jogos – não à toa, ele é o único que atuou nas quatro partidas realizadas pela equipe, justamente uma tentativa de acelerar o processo de condicionamento do atleta.

– Não está (com ritmo), tanto que esse foi o segundo jogo dele na temporada. Acredito que a sequência dos próximos dois jogos vai dar isso a ele. Isso vai melhorar o rendimento dele. Fisicamente, tanto quanto tecnicamente, ele é privilegiado. Isso faz com que rapidamente ele entre em forma – disse Seixas, após o jogo contra a África do Sul.

 

Globo Esporte

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe