Por pbagora.com.br

Os 43 anos, dos quais 27 de uma carreira vitoriosa, não foram suficientes para evitar a emoção do meia Marcelinho Paraíba, na noite do último sábado na decisão da Série D do Brasileiro. O jogador entrou para a história ao marcar o último gol no gramado do estádio O Amigão. Isso porque, com o término da Série D, o gramado do Amigão será substituído. Marcelinho lembrou que o primeiro gol no velho gramado do Colosso da Borborema, foi marcado por seu pai, Pedrinho Cangula, vestindo a camisa do Campinense.

 

Após ver seu time, o Treze-PB, perder a final do Campeonato Brasileiro da Série D para o Ferroviário-CE, o veterano se emocionou. O ex-jogador de São Paulo, Grêmio e Flamengo, Hertha Berlin da Alemanha e Seleção Brasileira,  foi um dos mais aplaudidos, após a vitória sobre o Ferrão, por 1 a 0, no estádio Amigão lotado. Autor do gol da vitória, o meia natural de Campina Grande não escondeu o orgulho por defender o clube de sua terra.

 

 “Fiquei feliz demais pelo reconhecimento da torcida do Treze. Depois da gente perder um título e a torcida reconhecer nossa garra é muito gratificante. Isso faz eu me sentir muito orgulhoso de vestir esta camisa”, destacou.

 

Apesar de perder o título, Marcelinho Paraíba destacou o empenho e a motivação do Galo da Borborema para tentar reverter o placar da ida.

“Foi o que falei aos meus companheiros: falhamos na primeira partida, mas fizemos um grande jogo hoje”, reforçou. “Temos que ressaltar o trabalho da diretoria, a atuação deste time”, continuou.

 

Marcelino não anunciou a sua aposentadoria, mas também não confirmou se em 2019, voltará a vestir a camisa do Galo.

PB Agora

Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais