A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Love faz gol de empate no fim, e Palmeiras pode cair

 O destino quis que Vagner Love se tornasse o vilão do Palmeiras neste domingo. O atacante criado nas categorias de base do Palestra Itália empatou para o Flamengo o jogo deste domingo, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. O gol acaba tirando o brilho de seu "sucessor", Vinícius, outro atleta criado na base alviverde e que havia aberto o placar no início do segundo tempo. O jogo terminou por 1 a 1.

Agora, o time de Gilson Kleina pode ter a sua queda decretada caso a Portuguesa consiga o empate diante do Grêmio. O jogo está marcado para 19h30, no Canindé. Isso também acontece porque o Bahia venceu a Ponte Preta por 1 a 0. Os jogadores vão receber a informação só no ônibus, quando estiverem a caminho de São Paulo.

Com ou sem chances de escapar, no próximo jogo, o Palmeiras enfrenta o já rebaixado Atlético-GO, às 17h, de domingo, no Estádio do Pacaembu. Já o Flamengo se concentra para cumprir tabela no clássico carioca, diante do Vasco, também no mesmo dia.

O Palmeiras começou melhor que o Flamengo, com mais posse de bola e mais tentativas em direção ao gol, especialmente com Tiago Real. Barcos chegou a dar duas cabeçadas antes do camisa 23 criar a melhor chance palmeirense até então. Ele dominou de fora da área e deu um chute forte, que passou à direita de Paulo Victor assustando os cariocas aos 18 minutos do 1º tempo.

Os paulistas seguiram dominando o jogo e conseguiam deixar Bruno sem trabalhar. Sempre com Tiago Real, o meio de campo alviverde criava chances que depois eram desperdiçadas pelos atacantes. Aos 33 minutos, o Flamengo deu seu primeiro chute que arrancou o "uh" dos torcedores, com Amaral dando um belo chute de fora da área. A bola passou à direita de Bruno. A melhor chance do jogo, no entanto, caiu nos pés de Vágner Love. O atacante recebeu passe de Hernane e ficou cara a cara com seu ex-companheiro. A bola viajou por cima das traves.

No segundo tempo, Dorival Júnior resolveu mudar seu sistema de jogo e tirou Cléber Santana para colocar Wellington Bruno mais à frente para fazer companhia a Love e Hernane, pouco acionados até então. Já Gilson Kleina manteve o time e disse que o caminho era caprichar nas finalizações.

O azar, no entanto, forçou a mudança logo aos 8 minutos de jogo. Tiago Real sentiu lesão no ombro e precisou ser substituído por Vinícius. E foi justamente ele que criou boa chance para o Palmeiras. O camisa 45 disparou pela esquerda, dividiu a bola e rolou para Hernán Barcos. O argentino armou o chute e desabou, reclamando de pênalti.

O que começou como sinal de azar, no entanto, virou de sorte. Vinícius, que dificilmente entraria se não fosse a lesão de seu companheiro, deu chute de fora da área e contou com a colaboração de Paulo Victor, que espalmou para dentro da própria meta. A torcida flamenguista começou a reclamar, e Dorival reagiu quase que instantaneamente. O flamenguista colocou Mateus e Paulo Sérgio nos lugares de Ibson e Hernane.

As mudanças colocaram o Flamengo um pouco mais à frente, mas o Palmeiras seguia fechado, conseguindo se defender. Em um contra-ataque, Maikon Leite poderia aumentar ainda mais a vantagem após sair cara a cara com Paulo Victor. Ele correu pela direita metade do campo inteiro e errou na hora de finalizar. Segundos depois, os flamenguistas das arquibancadas comemoravam o gol do Bahia em cima da Ponte Preta.

Para controlar mais o meio de campo, Kleina ainda promoveu uma mudança e tirou Mazinho para a entrada de Bruno Dybal. Com mais fôlego, ele poderia cadenciar melhor o jogo. O problema foi que Love recebeu pela esquerda e chutou cruzado. A bola desviou no Román e enganou Bruno, igualando o placar.

 

 

UOL

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe