A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Justiça determina que Flávio Torreão assuma cargo de presidente da Raposa

Em decisão tomada ontem (10), a juíza Ritaura Rodrigues Santana, da 1ª Vara Cível de Campina Grande, determinou, que Flávio Torreão, vice-presidente do Campinense, asuma o cargo de presidente do clube. Apesar de óbvia a sucessão, a decisão judicial vem após o fato de que o dirigente ainda não foi empossado, mesmo após a renúncia do ex-presidente Lênin Corrêa.

Um dos problemas institucionais atualmente do clube é que no momento a Raposa não tem Conselho Deliberativo, o que dificulta definições administrativas, inclusive para dar prosseguimento à sucessão de poder no clube. Tanto que a decisão judicial proferida nesta segunda obriga o 5.º Tabelionato de Notas da Comarca de Campina Grande a registrar a renúncia do ex-presidente e a posse do novo mandatário, Flávio Torrêao.

Ações na Justiça questionam eleições
O clube ainda é parte de diversas outras ações judiciais em relação a questionamentos sobre as últimas eleições, que primeiro elegeram Rômulo Leal, mas depois, após nova contagem com outros votos, acabou por eleger Lênin Correia, e também definiu o novo Conselho Deliberativo, que depois teve sua formação impedida pela Justiça.

Rômulo Leal, por exemplo, ainda tem ação corrente em que pede para voltar ao cargo de mandatário do Campinense. Além disso, há uma ação do conselheiro Éder Medeiros, em que ele busca uma anulação do pleito, que, segundo ele, foi repleto de irregularidades.

Redação com Globo Esporte PB

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe