Por pbagora.com.br

Novidade, apenas à beira do campo. No dia em que Paulo Autuori estreou como seu técnico, o Grêmio voltou a se impor em um Estádio Olímpico cheio e venceu por 2 a 0 o Botafogo, neste domingo, mantendo uma invencibilidade em casa sobre o adversário que já dura 11 anos, em partidas pelo Campeonato Brasileiro.

 

O Grêmio conquistou sua primeira vitória na competição e agora soma quatro pontos em três rodadas. O Alvinegro, que ainda não venceu no Brasileiro de 2009, permanece com dois pontos.

 

O Botafogo vai tentar a recuperação recebendo o Sport no Engenhão, no próximo sábado. Antes de enfrentar o Vitória, em Salvador, no domingo, o Grêmio viaja para a Venezuela, onde joga contra o Caracas, nesta quarta-feira, no jogo de ida das quartas de final da Libertadores.

 

Grêmio domina, mas perde muitas chances no primeiro tempo

 

Mesmo com o pensamento voltado para a competição sul-americana, o Grêmio enfrentou o Botafogo empolgado pela estreia de Paulo Autuori. Dispostos a mostrar serviço ao novo treinador, os jogadores do time gaúcho não demoraram muito a tomar conta da partida. A equipe alvinegra logo se viu dominada e entregue ao adversário.

Carente de um jogador de ligação, o Botafogo errava muito nos passes, o que o impedia de construir jogadas de ataque. Isolado na frente, Victor Simões mostrava impaciência. A deficiência técnica beneficiou o Grêmio, que chegava com facilidade à frente, mas falhava nas conclusões.

Irritado com a quantidade de bolas que via chegar à sua baliza, o goleiro Castillo procurava orientar a defesa, que dava espaços à linha de frente do Grêmio. Aos 18 minutos, o lateral-esquerdo Fábio Santos concluiu por cima do gol uma boa jogada de Jonas com Souza, e aos 31, o zagueiro Léo acertou a trave após pegar o rebote de uma falta cobrada na área.
 

Pouco criativo e disperso, o Botafogo levou perigo apenas no final da primeira etapa, depois que Juninho cobrou falta de longe e deu trabalho ao goleiro Victor, que espalmou.

 

O Botafogo voltou para o segundo tempo com duas modificações: o zagueiro Wellington entrou no lugar de Gabriel, com Eduardo sendo deslocado para a lateral esquerda. Além disso, o meia Rodrigo Dantas foi substituído pelo atacante Jean Coral, numa tentativa de dar maior poder ofensivo ao time.

 

Os resultados logo apareceram. O Alvinegro voltou melhor, chegando com mais facilidade ao ataque, e, embora tenha construído jogadas, levou perigo ao Grêmio apenas em mais uma jogada de bola parada. Juninho cobrou falta aos sete minutos e acertou uma bomba na trave esquerda de Victor.

 

E no momento em que não atuava bem, o Grêmio mostrou a eficiência que faltou na primeira etapa. Na tentativa de impedir uma tabela adversária, Leandro Guerreiro afastou a bola nos pés de Jonas, que chutou de bico no canto direito de Castillo, fazendo 1 a 0 aos 12 minutos.

 

O gol fez com que o Grêmio tomasse novamente o controle da partida. Com a vantagem garantida e uma viagem para a Venezuela à frente, o time começou a valorizar a posse de bola, envolvendo o Botafogo. A equipe carioca tentava ir à frente, mas continuava a esbarrar nos erros de passe.

 

E foi na base do toque de bola que o Grêmio marcou o segundo gol, aos 33 minutos. Após jogada iniciada por Douglas Costa, Maxi López recebeu e tocou de calcanhar para Fábio Santos, que apareceu livre no meio da área para completar e decretar a vitória por 2 a 0.

 

 

globo.com

Deixe seu Comentário