A Paraíba o tempo todo  |

Fluminense empata com o Atlético-MG pelo Brasileirão

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Em partida intensa, Fluminense e Atlético-MG ficaram no empate por 1 a 1, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta segunda-feira, em São Januário. Fred abriu o placar de pênalti para o Tricolor, que chegou a cinco partidas sem vencer na competição. Já Sasha garantiu a igualdade para o Galo, que perdeu a sequência de nove vitórias seguidas.

Com o resultado, o time mineiro dispara na liderança do Brasileirão com 38 pontos, cinco a mais do que o Palmeiras, em segundo. Já os cariocas chegam a 18, mas caem para a 16ª posição, apenas dois pontos a frente do Grêmio, que abre a zona de rebaixamento. Na próxima quinta-feira, as equipes voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil, às 21h30, no Estádio Nilton Santos.

Veja a tabela do Brasileirão

​TE PEGOU
Iniciando um novo trabalho com o técnico Marcão, o Fluminense entrou em campo tentando criar oportunidades, mas apostou principalmente na intensidade na marcação para não dar espaços ao Atlético-MG. No momento em que o Galo cresceu e colocou inclusive uma bola na trave, os cariocas abriram o placar. Primeiro, Martinelli arriscou um chute de fora da área, mas Everson fez a defesa. Na sequência, aos 21 minutos, Hulk deixou o braço em Luccas Claro na área. Na cobrança de pênalti, Fred abriu o placar.

EM BUSCA
A partir daí, o Atlético-MG passou a tentar ainda mais sair em busca das oportunidades, mas viu o Fluminense se fechar bem. Com investidas sem muito sucesso, houve uma bola no travessão após desvio de Egídio e uma defesa do goleiro Marcos Felipe, mas pouco volume de finalizações perigosas do líder do campeonato.E MAIS:

https://castbox.fm/app/castbox/player/id2272242?v=8.9.0&autoplay=0

PRECISOU SAIR
A má notícia para o Fluminense após o intervalo foi Fred deixando o campo. No fim do primeiro tempo ele recebeu uma pancada no joelho de Nathan Silva, que levou amarelo no lance. O camisa 9 deu lugar a Abel Hernández.

PRESSÃO
O Atlético-MG foi para cima e ficou ainda mais tempo com a bola no pé ao longo do segundo tempo. Se no primeiro as chances de perigo foram poucas, depois do intervalo o volume aumentou. Primeiro, Hulk cobrou falta com curva e passou perto, depois, Marcos Felipe defendeu chute de Savarino. Aos 19, o goleiro saiu mal, Nathan Silva antecipou e Hulk chutou sem ângulo na trave. Com as alterações, Gabriel Teixeira deu mais dinâmica para o Flu chegar ao ataque. Já Cuca optou pelas entradas de Keno, Nathan e Sacha para dar mais qualidade no último chute. 

CUSTOU CARO
Aos 36 minutos, Biel teve nos pés a chance de matar a partida. No momento em que o Flu passou a aproveitar melhor os contra-ataques, o jovem recebeu livre na área, chutou de primeira e isolou a bola. Praticamente na sequência da chance perdida pelo Flu, Nathan lançou Eduardo Sasha na área e o atacante chutou. A bola bateu na trave e entrou para igualar o confronto e dividir os pontos em São Januário.


Fluminense x Atlético-MG - Fred e Martinelli

Lance

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe