O Flamengo segue imbatível no Campeonato Brasileiro. Em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Castelão, o time rubro-negro derrotou o Fortaleza, de virada, por 2 a 1 e manteve a folgada vantagem sobre seus concorrentes. Com a vitória alcançada na capital cearense, o Flamengo chegou a 61 pontos ganhos.

O Fortaleza.se manteve com 28 pontos na 15ª colocação. Todos os gols foram marcados no segundo tempo. Bruno Melo abriu o marcador para o time da casa, mas Gabigol e Reinier marcaram para a equipe da Gávea.

Apesar do desfalque de jogadores importantes como Bruno Henrique e Everton Ribeiro, a equipe dirigida por Jorge Jesus sempre mostrou mais vontade de vencer do que o adversário e teve seu esforço premiado com virada. O Fortaleza que não teve o técnico Rogério Ceni, suspenso, mostrou muita disposição e vontade de complicar a tarefa do adversário, mas acabou sendo batido pela maior categoria da equipe dirigida por Jorge Jesus..

Diante de grande público, o Flamengo começou a partida tentando controlar a posse de bola, não dando muita chance ao Fortaleza de organizar ações ofensivas. Em cinco minutos, o ataque rubro-negro conseguiu dois escanteios.Aos seis minutos, Vitinho cobrou escanteio e Reinier desviou de cabeça, com muito perigo para Felipe Alves.

Dirigido pelo auxiliar técnico Charles Hembert, a equipe da casa parecia intimidada pela pressão exercida pela equipe carioca. Aos nove minutos, o Fortaleza criou a primeira chance. Nenê Bonilha bateu falta na entrada da área e Diego Alves fez grande defesa, espalmando para escanteio e evitando o primeiro gol do time cearense.

O Flamengo não se abalou e Rodrigo Caio, aos 12 minutos, cabeceou com perigo, após cruzamento de Vitinho.
Aos 15 minutos, o técnico Jorge Jesus foi obrigado a alterar a equipe. O meia Lucas Silva sofreu um problema muscular de teve que deixar o campo. O volante paraguaio Piris da Motta entrou em seu lugar e Gerson passou a atuar mais adiantado.

O Fortaleza seguia dando trabalho e , aos 21 minutos, após cruzamento de Nenê Bonilha, Kieza cabeceou e Renê conseguiu desviar para escanteio.

Aos 23 minutos, Vitinho tentou o cruzamento, mas a bola tomou a direção do gol e o goleiro Felipe Alves teve muito trabalho para evitar o gol do Flamengo.

O jogo ficou equilibrado e, aos 33 minutos, foi a vez de André Luis concluir para boa defesa de Diego Alves.
Reinier, Vitinhoe Gerson trocavam de posições frequentemente e apenas Gabigol, pouco acionado, se mantinha isolado na frente. O artilheiro do Campeonato Brasileiro só apareceu aos 41 minutos ao escorar, de cabeça, cruzamento de Vitinho, mas a bola saiu.

Aos 44 minutos, Piris da Mota recebeu na intermediária e, sem muita alternativa, mandou a bomba que encobriu o travessão da equipe cearense. No último momento de emoção no segundo tempo, Vitinho achou Reinier na área e o jovem atacante concluiu com muito perigo, mas o zagueiro Paulão conseguiu desviar para escanteio.

Flamengo voltou para o segundo tempo com Vitor Gabriel no lugar do meia Gerson. E a partida recomeçou truncada, com muitas faltas e muitos erros de passes. Mesmo assim, a equipe carioca mantinha o controle das ações. Aos nove minutos, em cobrança de falta, mas a defesa cearense impediu que a bola chegasse a Gabigol.

Aos 15 minutos, o Fortaleza marcou o primeiro gol. Tinga cruzou e a bola bateu no braço de Pablo Mari. O árbitro marcou o pênalti e VAR confirmou. Bruno Melo bateu forte, sem chances para Diego Alves. Em desvantagem, o Flamengo partiu para o ataque, mas a equipe rubro-negra encontrava muita dificuldade para penetrar na área cearense.

Aos 30 minutos, o Rubro-negro quase empatou. Vitinho recebeu na esquerda, derivou para o meio e mandou a bomba que passou muito perto da trave de Felipe Alves. Aos 34 minutos, após cruzamento na área. Rodrigo Caio subiu com Quintero e a bola tocou na mão do zagueiro do Fortaleza. Depois de consultar o VAR, o árbitro da partida marcou a penalidade que Gabigol converteu aos 37 minutos com um chute forte

O Tricolor cearense quase desempatou aos 39 quando Osvaldo fez ótima jogada individual, se livrou de Rodrigo Caio e cruzou para Edinho, mas Renê conseguiu evitar a conclusão. O Rubro-negro seguiu pressionando e desempatou aos 43 minutos, através de Reinier, de cabeça, depois de cobrança de falta que foi escorada por Vitor Gabriel.

Depois de assegurar a vantagem, o Flamengo apenas tocou a bola para gastar o tempo e garantir outra vitória sem correr novos riscos.

Gazeta esportiva

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

2020: Campeonato Paraibano veja o regulamento e a tabela divulgada pela FPF

Foi divulgado na manhã de ontem (20), pelo Departamento de Competições da Federação Paraibana de Futebol (FPF) a Tabela Básica e o Regulamento do Campeonato Paraibano 2020 (links para download…