O retorno do atual campeão da América na Libertadores foi com o pé direito. No estádio Metropolitano, o Flamengo superou os desfalques e venceu o Junior Barranquilla, por 2 a 1, em sua estreia nesta edição do torneio mais importante do continente. Everton Ribeiro marcou os dois gols do triunfo rubro-negro na Colômbia. Téo Gutiérrez descontou para os donos da casa no fim.

Com o resultado, o Rubro-Negro garantiu seus primeiros três pontos no Grupo A da Libertadores. A equipe de Jorge Jesus agora volta suas atenções para o clássico contra o Botafogo, no próximo sábado, às 18h, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca.Confira e simule a tabela da Libertadores

Início avassalador
O atual campeão da América iniciou o jogo à vontade na Colômbia. Mesmo desfalcado, o Flamengo pressionou o Junior Barranquilla e não demorou para abrir o placar. Logo aos 4 minutos, Everton Ribeiro mostrou que estava a fim de jogo e arriscou de fora da área levando perigo ao gol de Viera. Apenas um minuto depois, aos 5, Arrascaeta foi lançado por Vitinho e rolou na medida para Everton Ribeiro. O capitão pegou de primeira e com categoria inaugurou o marcador.

Junior cresce no jogo
A equipe de Jorge Jesus passou a administrar mais a posse de bola e diminuiu a intensidade no ataque, dando campo para os donos da casa. Empurrado pela torcida, o Junior Barranquilla adiantou sua linha de marcação e quase conseguiu o empate ao pressionar a saída de bola no Flamengo. Aos 44, Gerson vacilou e saiu jogando errado na frente da área. Borja dividiu com o volante e a bola sobrou para Téo Gutiérrez na marca do pênalti, mas Diego Alves salvou a pátria rubro-negra.
Capitão decide
O segundo tempo começou movimentado e as duas equipes voltaram dos vestiários buscando o gol. Logo aos 6 minutos, Vitinho fez boa jogada pela esquerda, rolou para Gabigol e o camisa 9 chutou rasteiro, assustando o goleiro Viera. Na sequência, aos 7, Gabigol fez linda jogada individual, passou por três marcadores e chutou. A bola desviou na zaga e salvou o Junior. Os donos da casa responderam. Em saída rápida, Didier Moreno cruzou no segundo pau e Téo Gutiérrez, de voleio, obrigou Diego Alves a fazer grande defesa. Aos 18, em cobrança de escanteio, Gustavo Henrique furou, Thiago Maia afastou mal e a bola sobrou para Cetré. O meia encheu o pé e a bola raspou o travessão do Flamengo, incendiando o estádio metropolitano.

A partida era muito faltosa e o jogo ficou preso no meio-campo. O Rubro-Negro precisou novamente da habilidade de seu capitão para decidir a partida. Aos 33, o camisa 7 foi lançado por Michael e tocou com muita categoria por cima do goleiro Viera. O Junior Barranquilla ainda teve tempo de diminuir no último lance da partida. Aos 47, em bola alçada na área, Téo Gutiérrez aproveitou a confusão na área e mandou para o fundo do gol fechando o placar.

Terra

Deixe seu Comentário