Em jogo único, quem vencer por qualquer resultado avança. Empate leva para a prorrogação, e se permanecer a igualdade no placar após 120 minutos a decisão será nos pênaltis. Quem passar se classifica para a final e vai esperar pelo ganhador do duelo entre Liverpool, da Inglaterra, e Monterrey, do México, que se enfrentam na quarta-feira no mesmo estádio, também às 14h30 (de Brasília).

Coincidência do destino, o Al Hilal foi justamente o último clube de Jorge Jesus antes de todo o sucesso do técnico português à frente do Flamengo no Brasil. Pela equipe saudita, foram sete meses de trabalho e o título da Supercopa Saudita. Tricampeão da Champions League asiática (1992-2000-2019), o time conseguiu a façanha de ser o primeiro do Oriente Médio a levantar a taça desde 2011.

Esta é a penúltima edição do Mundial de Clubes no atual formato, que reúne os sete campeões de cada continente em um torneio de tiro curto. Em 2020, a competição volta a se repetir também no Catar, mas a partir de 2021 passará a ter um novo regulamento, com 24 clubes e critérios de classificação ainda não definidos pelas confederações. A edição de estreia será na China.

O Flamengo foi com força máxima para Doha e chega inteiro para o Mundial de Clubes, sem ninguém lesionado. Bruno Henrique, que sentiu dores na coxa direita na reta final do Campeonato Brasileiro, já se mostrou recuperado e deve ser titular. Com todos os jogadores à disposição, Jesus provavelmente vai repetir a escalação que venceu o River Plate, da Argentina, na final da Libertadores.

Após a classificação suada sobre o Espérance, da Tunísia, nas quartas de final, o treinador romeno jogou o favoritismo para o Flamengo, mas se mostra confiante em sua estratégia. Para isso, conta com as estrelas Gomis e Giovinco, atacante francês e meia italiano poupados do time titular na primeira partida da equipe no Mundial. Lá atrás, o ex-rubro-negro Cuéllar promete não dar moleza aos ex-companheiros.

globoesportes.com

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

René Simões anuncia em vídeo que testou positivo para o Covid-19: “Tudo bem”

O ex-técnico de futebol, René Simões, fez uso das suas redes sociais para anunciar que está com covid-19, mas passa bem, embora em isolamento. “Dia 16 de março senti os…

Fifa propõe baixar salários de atletas em encontro com associações de clubes

A Fifa se reuniu nesta quinta por videoconferência com a Associação de Clubes Europeus (ECA) e com a Federação Internacional de Jogadores Profissionais (FIFPro) para discutir como amenizar o impacto…