Em clássico movimentado, o Flamengo superou o Botafogo por 3 a 2, neste domingo, no Maracanã. Com o resultado, os rubro-negros chegaram a 24 pontos e seguem na terceira posição do Campeonato Brasileiro. Já os alvinegros, com 16, caíram para a nono na Série A.

O Botafogo abriu o placar no início, com Cícero. No entanto, o Flamengo chegou ao empate ainda na etapa inicial, com Gerson. No segundo tempo, o clássico ficou mais movimentado e os rubro-negros viraram com Gabriel. Diego Souza voltou a igualar o confronto para os alvinegros. Só que Bruno Henrique marcou o terceiro e decretou a vitória dos flamenguistas.

Na próxima rodada, o Flamengo viaja até Salvador para enfrentar o Bahia, no domingo. No mesmo dia, o Botafogo encara o Avaí, em Florianópolis.

O Flamengo começou o jogo em busca do gol e quase abriu o placar aos dois minutos. Bruno Henrique fez boa jogada, mas chutou pela linha de fundo. Depois, o mesmo atacante não conseguiu dominar a bola após cruzamento e facilitou a defesa de Gatito Fernández.

O Botafogo, aos poucos, saiu da pressão rubro-negra e buscou o ataque. Os alvinegros aproveitaram a primeira chance criada e marcaram aos 13 minutos. Após escanteio, Cícero se antecipou a Diego Alves e desviou para a rede.

O revés foi sentido pelo Flamengo, que viu o Botafogo em outra jogada de bola parada, com Joel Carli. Só que, aos poucos, os rubro-negros voltaram a dominar a posse de bola e voltaram a assustar, aos 29 minutos. Willian Arão chutou da entrada da área e acertou a rede pelo lado de fora.

Depois de rondar muito a área, o Flamengo chegou ao empate aos 34 minutos. Gerson fez boa jogada individual e chutou cruzado, sem chance para Gatito Fernández.

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo. O Flamengo dominava as ações e quase virou aos 41 minutos. Trauco arriscou da entrada da área obrigou Gatito Fernández a espalmar para frente. Pra sorte do Botafogo, a bola foi para a zaga, que tirou o perigo. Os alvinegros ainda responderam em falta de Marcinho, mas o clássico permaneceu igual até o intervalo.

No segundo tempo, o Flamengo continuou tendo mais posse de bola, mas quem assustou primeiro foi o Botafogo, aos quatro minutos. Luiz Fernando fez fila e chutou colocado, mas para fora. O lance animou os alvinegros, que desperdiçaram nova chance aos sete. Diego Souza tocou para Rodrigo Pimpão na área, só que o atacante mandou por cima do travessão.

No entanto, quando chegou com qualidade, os rubro-negros viraram a partida, aos oito minutos. Rafinha fez boa jogada pela direita e cruzou para a área. Joel Carli cortou para frente e viu Gabriel acertar belo chute de primeira, sem chance para Gatito Fernández.

O revés não mudou a postura do Botafogo, que seguiu bem na parte ofensiva. O Flamengo recuou e permitiu aos alvinegros passarem a pressionar em busca do empate. A insistência surtiu efeito aos 21 minutos. Diego Souza cobrou falta com força e acertou o canto de Diego Alves.

Após a igualdade, o clássico ficou mais movimentado, pois as duas equipes passaram a buscar o ataque. O Flamengo mostrou mais qualidade e chegou ao terceiro gol, aos 28 minutos. Após boa troca de passes, Rafinha mandou para Bruno Henrique apenas empurrar para a rede.

A partir dai, os rubro-negros passaram a administrar o resultado com muito toque de bola. O Botafogo ainda buscava os avanços, mas pareceu sentir a parte física. O goleiro Diego Alves só fez uma defesa difícil, em cabeçada de Alex Santana. Assim, o Flamengo conseguiu manter o resultado até o apito final.

Gazeta Esportiva

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bota-PB não joga bem, perde para o Náutico e se complica na Série C

Com bom público no estádio Almeidão, em João Pessoa, o Botafogo-PB recebeu o Náutico pela décima sétima rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Voltando a jogar…

Belo-PB vai para o tudo ou nada em cima do Náutico e espera o apoio da torcida

A diretoria do Botafogo-PB já decidiu que só resta um caminho para o time continuar no G4, do Campeonato Brasileiro da Série C que é ir para o tudo ou…