A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

CPI ouve jogador paraibano acusado de envolvimento em esquema de apostas

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados que apura a manipulação de resultados de jogos de futebol reúne-se nesta quarta-feira (23) para ouvir o jogador Severino Ramos, conhecido como Nino Paraíba.

Ojogador será ouvido a pedido dos deputados Danilo Forte (União-CE), Ricardo Silva (PSD-SP), Albuquerque (Republicanos-RR) e do deputado licenciado Yury do Paredão (CE).

A audiência será realizada no plenário 8 a partir das 14h30.

Nino Paraíba aparece em conversas com apostadores nas mensagens anexadas na denúncia do Ministério Público de Goiás e é citado entre os jogadores suspeitos de envolvimento no esquema de manipulação de resultados da Série A e B do Campeonato Brasileiro de 2022.

“A análise de registros telefônicos e mensagens eletrônicas obtidos durante a investigação revelou a existência de comunicações entre Nino Paraíba e Dadá Belmonte com indivíduos suspeitos de estarem envolvidos no esquema de apostas no futebol”, afirma Ricardo Silva.

A CPI

Presidida pelo deputado Julio Arcoverde (PP-PI) e relatada pelo deputado Felipe Carreras (PSB-PE), a CPI da Manipulação no Futebol foi instalada em 17 de maio a partir de investigações feitas pelo Ministério Público de Goiás que levantaram suspeitas de manipulação no resultado de quatro jogos da série B.

Os parlamentares acreditam que as irregularidades também tenham sido cometidas em partidas de outras séries.

 

PB Agora com Painel Político

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe