O Independiente del Valle não havia vencido nenhum adversário na Copa Sul-Americana como visitante. O jejum terminou na noite dessa quarta-feira, dentro da Arena Corinthians, no primeiro confronto da semifinal pelo torneio continental.

Os equatorianos criaram dificuldades para os comandados de Fábio Carille tanto na frente quanto atrás, do início ao fim. Ditaram o ritmo e até com certa tranquilidade fizeram 2 a 0 sobre o Corinthians, encaminhando a vaga à final.

Quarta-feira que vem, no Estádio Olímpico de Atahualpa, com 2.850 metros de altitude em Quito, o Corinthians vai precisar de uma vitória por três gols de diferença para reverter a disputa, ou no mínimo repetir o placar pro 2 a 0 para levar a definição aos pênaltis. O gol fora de casa vale como critério de desempate na Copa Sul-Americana.

Apesar da grandiosa festa proporcionada pela Fiel antes do primeiro apito, o Del Valle esteve à vontade em campo o tempo inteiro. Logo no início, Gil marcou contra e foi salvo por alguns centímetros de impedimento de Dájome.

Mateus Vital, na sequência, até assustou em jogada individual ao finalizar na trave rival, mas, foi apenas um momento de inspiração que sequer serviu para elevar o moral dos corintianos.

O gol parecia questão de tempo, e assim aconteceu. Aos 44 minutos, em mais uma bola nas costas de Fágner, Gabriel Torres tocou na saída de Cássio e correu para o abraço.

O silêncio em Itaquera chamou atenção e perdurou durante todo intervalo e segundo tempo. Isso porque a postura corintiana pouco mudou apesar das alterações de Fábio Carille.

Nesse cenário, bastou um contra-ataque bem encaixado para os visitantes ampliarem, de novo com Gabriel Torres, em jogada com falhas defensivas para escolher.

Uma derrota vexatória pela disparidade de desempenhos. O que se viu na Arena paulistana foi um time que se doou e correu, mas sem saber para onde ir, contra uma equipe bem preparada, ciente do que precisava fazer e com recursos preciosos.

As vaias e as cadeiras vazias ao fim resumiram o que foi a primeira semifinal da Copa Sul-Americana para o Corinthians, que no último fim de semana já havia caído diante do Fluminense.

Terra

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Kobe Bryant foi o símbolo maior de uma era em que a NBA dominou o mundo

O ex-jogador da NBA Kobe Bryant, astro do Los Angeles Lakers, morreu aos 41 anos neste domingo (26), vítima de um acidente de helicóptero nos arredores de Los Angeles, na…

Campinense amplia vantagem na liderança do Campeonato Paraibano

O Campinense ampliou a vantagem no Campeonato Paraibano. Na segunda rodada do Campeonato Paraibano, o rubro-negro repetiu o placar da estreia, venceu mais uma vez e assegurou, por pelo menos…