Por pbagora.com.br

Diversas chances desperdiçadas. Uma sensação térmica de 38°C. Os 41.748 pagantes que foram à Arena Corinthians sofreram e assistiram a um jogo nervoso ser definido nos 10 minutos finais, pelos pés do artilheiro do Timão no Campeonato Brasileiro: Jadson marcou duas vezes, uma delas em cobrança de pênalti, e o Alvinegro venceu o Santos por 2 a 0, em clássico disputado na manhã deste domingo.

O Corinthians acumulava nove partidas sem vencer um rival. Das últimas quatro derrotas sofridas pela equipe na temporada, três haviam sido para o Santos, algoz do Timão nas oitavas de final da Copa do Brasil. Dominante, a equipe de Tite controlou a partida, principalmente no primeiro tempo, mas desperdiçou muitas chances de gol.

O pênalti cometido por Zeca, aos 34 minutos da etapa complementar, foi o que começou a definir o resultado. O lateral chutou Vagner Love por trás, dentro da área, e Jadson converteu a cobrança. Os santistas reclamaram de um toque de mão do atacante corintiano no lance. David Braz, muito irritado, acabou expulso e bateu boca com Tite. O meio-campista, artilheiro do Timão, ainda fecharia o placar em cruzamento de Elias.

Com 57 pontos, o Corinthians segue na liderança do Brasileirão, agora com oito de vantagem sobre o Atlético-MG, que ainda enfrenta o Flamengo, em Belo Horizonte, neste domingo. O Peixe caiu para a oitava colocação, com 40, e se afastou do G-4.

Ambos têm como próximo adversário o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli: o Peixe encara o time catarinense na quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), pelas quartas de final da Copa do Brasil. Já o Timão joga em Florianópolis no domingo, às 16h, pelo Brasileirão.

 

GE