Por pbagora.com.br

A situação da Fifa e de seu presidente, Joseph Blatter , se complica cada vez mais. Agora, foi a vez de uma das principais patrocinadoras da emntidade pedir mudanças. A Coca-Cola enviou uma carta solicitando reforma independente e imediata nos estatutos da instituição e, caso não fosse atendida, poderia até encerrar a parceria, de acordo o jornal Mirror, da Inglaterra.

 

A empresa confirmou o conteúdo do texto à Confederação Sindical Internacional (ITUC, em inglês), em que é sugerida a formação de uma comissão com líderes imparciais, de fora da Fifa e respeitados no cenário internacional para uma mudança na estrutura e regência da entidade.

 

A secretária da ITUC, Sharan Burrow, pediu para que os outros patrocinadores possam seguir o exemplo da Coca-Cola. "Agora é o momento de outros parceiros lutarem também contra a corrupção e colocaram as coisas de volta ao normal", afirmou.

 

"O futebol e outros esportes são a paixão de bilhões de pessoas ao redor do mundo, e podem influenciar mudanças reais e solidariedade. A corrupção não tem lugar nisso. Apoiamos a liderança da Coca-Cola e pedimos à Fifa para fazer a coisa certa", completou.

 

Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.