Depois de o Milan anunciar a baixa de Kaká por ao menos 15 dias por causa de uma contusão no tornozelo esquerdo, o médico da seleção brasileira, José Luiz Runco, confirmou a ausência do ex-melhor do mundo para o amistoso contra a Itália, na próxima terça-feira, no Emirates Stadium, em Londres.

"Ele [Kaká] entrou em contato conosco e nos informou sobre o traumatismo sofrido no pé. Pela avaliação que foi realizada pelo Milan, achamos melhor liberar o jogador. Como ele deixou o estádio [San Siro] usando um par de muletas, preferimos liberar o atleta para que já comece a sua recuperação. Não tinha necessidade alguma dele viajar para Londres", comentou Runco logo na entrada do Hotel Hilton Park Lane, onde a delegação brasileira está hospedada.

Já em Londres, o técnico Dunga preferiu não conceder entrevista sobre o corte de Kaká, mas afirmou que não haverá substituto para a posição. Além do meio-campista, o Brasil perdeu Luis Fabiano e Anderson -também lesionados -, ficando com apenas 19 jogadores para enfrentar a Itália.

"É evidente que o Dunga ficou chateado por cortar o jogador. Ele tinha um planejamento e este problema atrapalha o seu trabalho", disse Runco. "Apesar das ausências destes três atletas, não pretendemos chamar mais ninguém em cima da hora", acrescentou o médico da seleção.

A lesão de Kaká aconteceu após uma pancada sofrida na partida contra o Reggina, no sábado, pelo Campeonato Italiano. Ele chegou a fazer o gol, de pênalti, que garantiu o empate po 1 a 1, mas teve de pedir para ser substituído pelo técnico Carlo Ancelotti.

Kaká virou dúvida para outros compromissos importantes do Milan, nas próximas duas semanas. A lesão o deixa fora do clássico contra a Inter de Milão, no próximo domingo. O meio-campista também não terá tempo para se recuperar antes do compromisso com o Werder Bremen na partida de ida da terceira fase da Copa da Uefa, no dia 18.

Esta não é a primeira vez que Dunga tem problemas para contar com o jogador do Milan. Kaká só realizou a sua primeira partida pela seleção brasileira em 2008 no mês de outubro, contra a Venezuela. Ele chegou a ser convocado para enfrentar Argentina e Paraguai, pelas eliminatórias, mas foi cortado devido à operação que fez no joelho. O meia também foi chamado para amistosos com Venezuela, Canadá, Suécia e Irlanda, mas acabou cortado.

 

UOL

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

São Paulo supera o Corinthians e Fla vence mais uma no Brasileirão

No clássico entre as duas melhores defesas do Brasileirão, Corinthians e São Paulo fizeram uma partida sem grandes emoções e que apenas a bola parada ou um lance casual poderia…