Em meio à pré-temporada, uma data reservada na agenda para o Clássico dos Maiorais. Campinense e Treze vão entrar em campo, na noite desta terça-feira, para medirem forças no segundo teste de cada clube visando os preparativos para o Campeonato Paraibano do próximo ano. O duelo vai acontecer no Estádio Amigão, em Campina Grande, às 20h.

O Clássico dos Maiorais desta terça-feira (17), apelidado de Clássico Amigos da FAP, além de servir para abastecer os cofres dos dois clubes, tem a nobre intenção de arrecadar dinheiro para o referido hospital de Campina Grande.

A logística do jogo vai seguir a tradição dos dérbis no Amigão: Raposa ocupando o vestiário número 1 e sua torcida à direita das cabines de imprensa, com o Galo alocado no túnel número 2 e seus torcedores à esquerda das tribunas.

O Campinense chega para o amistoso com certa desconfiança. A derrota no jogo-treino para o Náutico do Retiro, por 1 a 0, não contou com muita tolerância por parte do seu torcedor, que deve comparecer ao Amigão para incentivar e já cobrar um melhor resultado, agora diante do seu maior rival.
Para o duelo desta terça, ambos os treinadores têm poucos dias de trabalho à frente de seus elencos, o que faz a partida ter um prognóstico de baixa qualidade técnica, embora a tendência seja a rivalidade, como sempre, transformar o jogo numa guerra.

O Campinense reformulou completamente o elenco, enquanto o Treze manteve vários jogadores que disputaram a última edição da Série C do Campeonato Brasileiro.

O treinador Oliveira Canindé tem contado com 25 jogadores em seu plantel. Desses atletas, apenas o goleiro João Manoel passou pela Raposa ao longo da temporada 2019. Por isso, o comandante tem utilizado os dias de treinamento para aprimorar a melhor adaptação dos atletas em seu desenho de jogo para o calendário do próximo ano. Com o volantes Pêu, o meia Romário Becker e os atacantes Eriky Júnior, Rhuan e Fábio Júnior liberados e já treinando com bola, resta apenas os meias Senegal e Jó, que estão encostados no departamento médico, para que o elenco esteja completo dentro de campo.

Já o Treze vai entrar em campo com apenas um problema de ordem médica. Trata-se do zagueiro Ítalo, que rompeu um dos ligamentos do joelho direito e precisou de intervenção cirúrgica. Fora isso, o treinador Celso Teixeira tem quase todo o time à sua disposição. Claro, com as ressalvas de alguns jogadores que podem ser preservados, ainda no trâmite de um melhor condicionamento físico. Nessa lista, por exemplo, podem se encaixar os zagueiros Dão e Rafael Araújo, o meia Patrick Motta, além do atacante Frontini, que foram anunciados na última semana – alguns até já treinam com bola – e estão sob avaliação da comissão técnica.

Redação

Deixe seu Comentário