Por pbagora.com.br

Em nova entrevista bombástica ontem no Presidente Vargas, o ex-presidente do Treze, Bebeto Silva, explicou os motivos de sua renúncia da presidência do Galo, e expôs que a crise que o clube atravessa é grave.  O ex dirigente que anunciou ontem a sua carta de renúncia, chegou a afirmar que o clube do bairro de São José, chegou ao fundo do poço.

Durante a entrevsita, Bebeto disse que foi abandonado pelos dirigentes e colaboradores e que não tinha condições de tocar o alvinegro sozinho. Ele disse que deixa o Galo com a cabeça erguida e com um legado.

" Eu não acho que dê para dividir mais do que já está dividido. Pior do que está, não fica, o Treze já chegou no fundo do poço com relação à esses problemas internos. O problema é que no dia que eu assinei o termo de posse, meu vice-presidente, Hênio Azevedo, me abandonou, foi o primeiro a pular do barco. E os abnegados, e eu não os culpo por isso, também cansaram de investir e não ter retorno. Só que eu vejo que a gente precisa se unir” revelou.

Ele disse que mesmo fora da presidência vai continuar ajudando o Treze e está pronto para apoiar o próximo presidente.
.
Presidente do Treze desde o fim de 2014, Bebeto Silva teve uma gestão que acabou sendo uma das menos exitosas no Galo. Na disputa do Paraibano, o time acabou terminando na terceira colocação, sem garantir as vagas para as competições nacionais do próximo ano. Já na Série D, o Galo foi eliminado precocemente e agora termina o ano sem um calendário certo para 2016.

Redação

Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com