O barco Luna Rossa, que conta com Robert Scheidt na função de estrategista, não conseguiu superar o BMW Oracle nesta quarta-feira e foi eliminado da Louis Vuitton Pacific Series, que acontece até sábado, em Auckland, na Nova Zelândia. O revés aconteceu nas quartas-de-final e pôs fim ao objetivo da equipe do veleiro italiano de chegar ao menos na semifinal daquele que é considerado um dos principais eventos de match race da vela mundial. Foi a primeira vez que o brasileiro participou como tripulante do barco italiano.

A vitória norte-americana só foi concretizada a partir da segunda perna na raia de 1,4 milhas (2,4 Km), momento em que o barco comandado por Russell Coutts passou a aproveitar com mais eficiência os ventos de 10 nós que sopravam do quadrante oeste. Na primeira volta, no entanto, a disputa foi bastante acirrada. Tanto é que as duas embarcações foram penalizadas pelos juízes após quase colidirem no contorno de uma das bóias.

Apesar da derrota e da conseqüente eliminação, a tripulação do Luna Rossa classificou de positiva a performance em águas neozelandesas, mesmo tendo pouco mais de uma semana para os integrantes da equipe treinarem juntos e se afinarem com o barco usado na disputa.

No balanço feito após a regata de quartas-de-final, a equipe concluiu que ganhou experiência e conhecimento técnico para as próximas competições.

– Tivemos regatas muito difíceis e fomos evoluindo a cada uma delas, o que mostra que temos condições de sermos melhores no futuro – disse Flavio Favini, treinador do Luna Rossa.

Na primeira fase, o veleiro italiano venceu dois dos quatro confrontos que participou e garantiu presença na Flotilha Ouro. Na segunda fase, entretanto, a performance não foi das melhores, com cinco derrotas em cinco regatas. A vaga nas quartas-de-final veio depois da vitória sobre o Team China, primeiro colocado na Flotilha Prata.

Depois de ganhar do Luna Rossa, o BWM Oracle superou o também italiano Damianni Itália na semifinal e garantiu presença na final Challenge diante do suíço Alinghi. O vencedor deste confronto ganha o direito de enfrentar, na decisão da Louis Vuitton Pacific Series, o pré-classificado Emirates New Zealand, que compete em casa.

 

JB Online

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Atlético de Cajazeiras bate Nacional na estreia do Paraibano e lidera Grupo B

No seu primeiro jogo pelo Campeonato Paraibano de 2020, o Atlético de Cajazeiras venceu em casa o Nacional de Patos na noite de ontem (22), no Estádio Perpetão, pelo placar…

Treze encontra dificuldades, mas vence o CSP na estreia

O Treze venceu o CSP por 2 a 1 na noite desta quarta-feira, no Amigão, na estreia dos dois times no Campeonato Paraibano. Não foi um jogo fácil para o…