Apesar de ter alcançado a liderança do Campeonato Mineiro, no domingo, o técnico Emerson Leão mandou um recado ao grupo de jogadores. O treinador espera que o atletas entendam que o Atlético-MG entrará agora na fase decisiva do Estadual, o que aumenta a responsabilidade da equipe.

"Nós estamos correndo atrás, mas quero dizer bem claro, principalmente para os jogadores, não acabou nada, não chegou o mata-mata ainda, não. Chegou a hora da responsabilidade e de todos mostrarem a fibra do Galo, que será no próximo jogo", afirmou o treinador após a vitória por 2 a 1 sobre o Villa Nova.

Com o tropeço do Cruzeiro, que empatou em 1 a 1 com o Rio Branco, em Andradas, no Sul de Minas, o Atlético assumiu a liderança do Campeonato Mineiro com 23 pontos, um a mais que o arquirrival.

O treinador atleticano disse que o Atlético ainda não atingiu o nível esperado. "Ao menos, com toda a dificuldade, nós já conquistamos o direito de disputar o título. Nós vamos chegando. Está pronto? Não está, nós estamos vendo que não está pronto. Como dificilmente, um time brasileiro hoje vai estar pronto", observou.

Para Leão, apesar das dificuldades encontradas para vencer o Villa Nova, equipe que briga contra o rebaixamento, o Atlético foi merecedor da vitória. "Tem vitórias que você volta a olhar e fala ‘será que eu merecia a vitória?’. Acho que sim. Não só pelo jogo em si, não pelos gols que saíram inesperados, mas, sim, pela vontade com que a gente vem correndo lá de trás", salientou.

O Atlético chegou à liderança do Estadual na penúltima rodada da primeira fase. Na quinta rodada, ao perder o clássico para o Cruzeiro por 2 a 1, o time alvinegro ficou a sete pontos da liderança, então ocupada pelo arquirrival.

O time alvinegro defenderá a ponta da tabela, na próxima quarta-feira, diante do Ituiutaba, terceiro colocado no Estadual, no Pontal do Triângulo. O vice-líder Cruzeiro recebe o Democrata-GV, no Mineirão, também na quarta-feira.
 

uol esporte

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário