A Paraíba o tempo todo  |

Anderson nega desrespeito e diz que sempre teve estilo provocador

 O que no primeiro round pareceu o início de mais um show de Anderson Silva virou um exemplo do que não fazer contra um grande adversário. O Spider brincou contra Chris Weidman, fez muitas esquivas, provocou e, no final, acabou nocauteado, deixando o cinturão dos médios que era seu há quase sete ano e dez defesas.

Assim que a luta acabou, não faltaram críticas ao brasileiro, dizendo que ele desrespeitou e subestimou seu adversário no último sábado no UFC 162. De forma enfática, Anderson negou que tenha feito isso. Explicou que esse sempre foi seu estilo de luta, que ele sempre enfrentou seus adversários dessa maneira.

“Eu não fiz nenhum movimento para desrespeitá-lo ou para me vangloriar. Ele conseguiu imprimir seu jogo e conseguiu me pegar com um golpe. Luta é luta, eu dei o meu melhor, ele deu o melhor dele. O trenei duro por quatro meses para esse combate e no final ele foi melhor”, disse o brasileiro.



Uol

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe