Por pbagora.com.br

O atacante Adriano enfim começou seu novo ciclo no Flamengo na manhã desta segunda-feira, ao iniciar o período de treinos na Gávea. Até então, ele só tinha comparecido na sede do clube para ser apresentado e para realizar uma bateria de exames médicos.

Desta vez, o jogador trabalhou na academia, deu voltas ao redor do gramado e depois deu uma entrevista coletiva. O Imperador negou que esteja muito acima do peso, mas reconheceu que vai precisar de cerca de 15 dias para poder entrar em campo.

"Aceitei a maior carga de trabalho possível, pois meu objetivo é voltar a jogar o mais rapidamente. Estou um pouco acima do peso, mas não o que as pessoas estão falando. Tenho certeza de que com este trabalho, daqui a 15dias estarei pronto para poder jogar", afirmou Adriano, que confirmou que sua reestreia será mesmo no dia 30 de maio, na partida contra o Atlético-PR, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

 

Indagado sobre a falta de gols do time do Flamengo, apontado como o principal problema do time neste momento, ele saiu em defesa dos companheiros de ataque. "Tudo o que eu puder fazer para ajudar o Flamengo eu vou fazer, mas é preciso ter tranquilidade neste momento, pois com certeza a bola vai começar a entrar e tomara que seja contra o Internacional", disse Adriano, se referindo ao confronto de volta das quartas de final contra o Internacional nesta quarta-feira, no Estádio Beira-Rio.

Adriano, porém, evitou colocar o Flamengo como principal favorito ao título brasileiro. "O Flamengo tem um grupo de qualidade, como outras equipes do país. Vou dar a minha contribuição para que a equipe possa conquistar o título, mas sabemos que temos muitos concorrentes fortes", disse.

O Imperador falou ainda sobre a boa fase vivida pelo amigo Ronaldo no Corinthians. "Conversei com ele ontem (domingo) e ele me pediu para ficar focado no que quero. Ele é um exemplo de vida para todo mundo, está vivendo um grande momento e fazendo o que mais gosta", comemorou.

Apesar da chegada do novo reforço, o clima no Rubro-negro foi de tensão. O lateral-esquerdo Juan e o técnico Cuca discutiram após uma reunião com todos grupo de jogadores no centro do gramado, junto do treinador. Juan pediu a palavra, falou com todos e gesticulou bastante. Logo depois, o comandante o chamou para falar em particular, fato que irritou o lateral, que explodiu. Minutos depois de deixar o gramado da Gávea, Juan retornou aos trabalhos ao lado justamente de Adriano.

O Flamengo ainda não venceu no Brasileirão e soma um ponto na tabela. Na Copa do Brasil, o time encara o Internacional, quarta-feira, no Beira-Rio, no jogo de volta das quartas-de-finais. O primeiro duelo no Maracanã terminou empatado sem gols.

 

Com Gazeta Esportiva

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Oliveira Canindé pode reassumir o Campinense na Série D do Brasileiro

O técnico Oliveira Canindé pode reassumir o Campinense para comandar a equipe no restante da Série D do Brasileiro. Com a saída de Givanildo Sales do comando técnico da Raposa,…