A Paraíba o tempo todo  |

UEPB ganha mais três cursos, sendo um de História em EAD e dois Tecnólogos presenciais

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), deu mais um passo na missão de transmitir conhecimento e contribuir para a formação qualificada de professores e jovens do Estado. Para isso, o Conselho Universitário (Consuni) aprovou na tarde desta segunda-feira (30) a criação dos cursos de Licenciatura em História em EAD, e Tecnólogo em Ciências de Dados e de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Os cursos serão implantados graças a uma parceria entre a Instituição e o Governo do Estado da Paraíba por meio da Secretaria da Educação e da Ciência e Tecnologia.

Presidida pela reitora Celia Regina Diniz, a reunião foi realizada por videoconferência através do Google Meet, com transmissão ao vivo pelo canal Rede UEPB no YouTube, contou com a participação da vice-reitora, professora Ivonildes Fonseca, do Secretaria da Educação e da Ciência e Tecnologia, professor Cláudio Furtado, além da pró-reitora de Ensino Médio, Técnico e Educação a Distância, professora Vaneide Lima Silva, e da pró-reitora adjunta de Graduação, Vagna Rocha.

O curso de História vai fortalecer a formação de professores que já atuam na rede estadual, mas não tem o curso superior, enquanto que os cursos de tecnólogos possibilitarão a formação qualificada de jovens para o mercado de trabalho em uma área em expansão, mas carente de mão de obra qualificada. Inicialmente foi aprovado o curso de Licenciatura em História, cuja proposta foi relatada pelo conselheiro Luciano do Nascimento Silva.

O curso, fruto de uma proposta encaminhada pela PROEAD, tendo sido originado no Centro de Educação (CEDUC) e no Departamento de História, ambos no Câmpus I, tem como objetivo expandir a formação de professores de História da Educação Básica de forma a beneficiar populações que têm dificuldade de estudar no modelo presencial. Apenas os professores da Rede Estadual que estão em sala de aula, mas não têm a formação adequada, podem fazer o curso.

Em seu parecer, o professor Luciano discorreu que ao propor o curso a Secretaria de Educação fez um levantamento quanto à realidade existente de um contingente de professores do Estado que não apresentam a qualificação exigida para a ministração de conteúdos que compõem o quadro da rede de ensino da educação básica. Neste levantamento foi constatado que um outro contingente de professores da referida rede, expressaram o interesse e objetivo de frequentarem um segundo curso de Licenciatura.

O professor Luciano Nascimento acrescentou que com a criação de um curso de Licenciatura em História na modalidade EaD, a UEPB cumprirá a função de realizar a qualificação de professores da Rede que, em razão das suas complexas condições laborais, não conseguem efetivar matrícula em cursos presenciais ofertados pela Instituição.

Ao fundamentar o seu parecer, o conselheiro observou que a UEPB, desde a criação do sistema EaD, tem intensificado os esforços para ofertar cursos de licenciatura e graduação nessa modalidade que traduzam a formação de profissionais conhecedores e capazes de aplicar metodologias indispensáveis à qualificação exigida para a diversidade e complexidade existente no exercício laboral à luz de uma realidade social plural. O curso em Licenciatura Plena em História terá uma carga horária de 3.335 horas, no mínimo oito e no máximo 15 semestres de duração

A reitora Célia Regina destacou a importância dos cursos e lembrou que recentemente o Consuni aprovou a criação dos cursos de Pedagogia, Filosofia e Letras em Espanhol, atendendo a uma demanda do Estado. Já a vice-reitora, professora Ivonildes Fonseca, destacou o papel da UEPB no processo de elevação no sistema de ensino público. Ela acrescentou que a Universidade tem o tempo inteiro olhado para a realidade social e buscado atender as necessidades apresentadas, dando soluções para as demandas.

Presente de forma virtual na reunião, o secretário Cláudio Furtado agradeceu a parceria com a UEPB e enfatizou que a proposta vem preencher uma lacuna existente na rede e atender a uma demanda no Estado. Ele lembrou que muitos professores que atuam na Rede não tem a formação adequada. Ao defender a proposta, ele enfatizou que a criação do novo curso é fundamental para fortalecer a Rede Estadual de Ensino.

O secretário ainda observou que o Estado tem um número elevado de professores que necessitam da formação em Licenciatura, principalmente os que atuam nas escolas integrais. Cláudio Furtado também fez questão de enfatizar que com o novo curso, a UEPB vai contribuir para melhorar a formação dos professores. “O apoio que a UEPB está dando na formação e na parceria com a Secretaria de Estado para que haja essas licenciaturas é de fundamental importância para a melhoria das condições de ensino e da capacitação dos novos professores”, observou.

Na mesma reunião, o Consuni também aprovou por unanimidade a formação dos cursos de Graduação de Tecnólogo em Ciências de Dados e de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. A proposta encaminhada pela Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) foi relatada pela conselheira Carolina Coeli Rodrigues Batista de Araújo. Os dois cursos estarão vinculados ao Centro de Ciências e Tecnologia (CCT) e o Centro de Ciências Exatas e Sociais Aplicadas (CCEA).

O curso de Tecnologia em Ciências de Dados (TecCD) e de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas será realizado no prédio da Escola Estadual Liceu Paraibano, João Pessoa, e ofertará 100 vagas para cada um, sendo 50 para o turno integral Diurno, e 50 para o turno integral noturno, na modalidade presencial, em regime semestral, com carga horária total de 2.400 horas com duração mínima de quatro e máxima de seis semestres. O grau acadêmico a ser conferido ao egresso será o de Tecnólogo em Ciência de Dados.

O curso, conforme destacou a professora Carolina Coeli, caminha na perspectiva de inovação tecnológica, pautada na qualificação técnica e cidadã favorecendo inovar na resolução de problemas atendendo às demandas da sociedade. O curso também surgiu de uma proposta do Governo do Estado a fim de reduzir a demanda de profissionais nessas áreas, além de fortalecer a parceria entre as duas instituições.

Os editais serão realizados pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (FAPESQ) com a UEPB, através do Centro de Ciência e Tecnologia (CCT). O corpo docente dos dois cursos será oriundo da própria UEPB e o Governo do Estado da Paraíba. O secretário Cláudio Furtado enfatizou que os cursos serão ofertados para atender uma demanda na área, com a falta de profissionais. Ele explicou que a ideia destes dois cursos em tecnólogos é fornecer mão de obra qualificada, já apontando para as necessidades que o mercado tem apontado no uso das tecnologias.

Os dois cursos, conforme enfatizou o secretário, são focados no desenvolvimento do Estado.

Cláudio Furtado acrescentou que o Estado pensou na UEPB para implantar os cursos pela excelência do ensino e reconhecimento pelo trabalho realizado. Essa parceria, segundo ele, pode ser estendida por outras áreas que têm demanda no Estado, como aconteceu na área de Energias Renováveis.

Redação com assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe