Por pbagora.com.br
Foto: Reprodução/Pixabay

Uma resolução publicada no Semanário Oficial do Município estabelece diretrizes para o ensino remoto, assim como a reorganização do calendário escolar 2020/2021  das atividades em caráter excepcional. As diretrizes foram definidas pelo Conselho Municipal de Educação de Campina Grande para cumprimento temporário, enquanto permanecerem as medidas de prevenção à Covid-19.

Entre as definições, estão:

  • O estabelecimento de diretrizes para que as unidades de ensino de Campina Grande adotem e acompanhem a oferta de atividades remotas para cumprimento da carga horária do ano letivo de 2020;

  • A orientação para que creches e pré-escolas preservem o vínculo com as crianças através do contato e da orientação às famílias, com envio de sugestões de propostas interacionais de caráter lúdico, recreativo e criativo;

  • Que as unidades educacionais municipais tenham autonomia para decidir quais atividades remotas serão adotadas durante o período de suspensão das aulas presenciais;

  • Que todo o planejamento e material didático adotado durante a pandemia esteja em consonância com o Projeto Político Pedagógico da instituição de ensino e com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC);

  • Que nos anos iniciais do Ensino Fundamental, o uso de atividades mediadas por tecnologias educacionais contem com a supervisão de um adulto, familiar, tutor ou responsável, exceto para os estudantes matriculados nos ciclos da Educação de Jovens e Adultos.

  • Que a avaliação das atividades desenvolvidas durante o período de pandemia ocorra de modo complementar, contínuo e cumulativo, com prevalência dos aspectos qualitativos (LDB 9394/96) e não adotem requisitos avaliativos quantitativos ou punitivos sob qualquer circunstância.

  • Atribuições para a equipe gestora e pedagógica das unidades educacionais, entre outros.

  • E que, após período de pandemia, o calendário escolar seja ajustado.

A definição destas diretrizes, por meio de uma resolução publicada, é importante pois auxilia gestores e professores a realizarem o ensino remoto de forma eficiente e centrado no aprendizado qualitativo dos alunos. A resolução nº 01 com data de 13 de julho foi publicada no Semanário Oficial nº 2.685 de Campina Grande, de 20 a 24 de julho.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

EAD facilita acesso à educação superior; matrículas cresceram 145%

Flexibilidade para estudar quando e onde quiser, economia com material didático e transporte, e mensalidades mais baixas são algumas das vantagens já conhecidas dos cursos a distância. Porém, nem sempre…