Por pbagora.com.br

A expectativa é para que na próxima edição do dicionário o conceito esteja mais compreensível

 

O dicionário referência dos norte-americanos, o Merriam-Webster, vai mudar sua definição para a palavra “racismo”, após uma estudante da Universidade de Drake sugerir a atualização. À mídia local, a estudante recém-formada em um curso de graduação Mitchum, que se autodeclara negra, explicou o pedido: “Eu disse que devem incluir o fato de que um grupo de pessoas é alvo de uma opressão sistemática. Não é simplesmente ‘eu não gosto de alguém”. 

Após a reivindicação, o diretor editorial do dicionário, Peter Sokolowski, informou que as definições de outras palavras “vinculadas ao racismo ou com conotação racial” também serão atualizadas.  “Pedimos desculpas pelos danos que causamos por não ter feito antes”, escreveu o diretor em uma mensagem publicada pela Universidade de Drake. 

A atual definição encontrada no Merriam-Webster para a palavra “racismo”, traduzida para o português é: “1. Uma crença de que a raça é o principal determinante das características e capacidades humanas e que as diferenças raciais produzem uma superioridade inerente a uma determinada raça; 2. a. Uma doutrina ou programa político baseado na suposição de racismo e projetado para executar seus princípios” ou “um sistema político ou social baseado no racismo; 2. b. Um sistema político ou social fundado no racismo; 3. Preconceito ou discriminação racial”.

O dicionário Merriam-Webster é publicado desde 1828. Em maio, a versão on-line do dicionário registrou quase 50 milhões de visitantes únicos. Segundo o diretor Sokolowski, agora, a expectativa é para que este conceito esteja mais compreensível na próxima edição do dicionário.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Deixe seu Comentário