Por pbagora.com.br

Um grupo de pesquisadores do Bitdefender encontrou novos aplicativos que abusam de práticas não recomendadas na loja oficial do Android, o Google Play. Eles descobriram que esses aplicativos, após instalados, se ocultavam e iniciavam uma série de anúncios indesejados. Apesar de não ser uma tática maliciosa, essas formas de bypassar as proteções do google e seus sistemas de verificação são associadas aos malwares.

Algumas das táticas encontradas foram:

  • Aguardar 48 horas até a ocultação da presença no dispositivo
  • Divisão do código do aplicativo em diversos arquivos recursos
  • Não exibir anúncios em até 4 horas após a instalação do aplicativo

Apesar de parecerem inofensivos, já que cumprem o que realmente se propõem a fazer, tais práticas não são aceitas e podem ser usadas para esconder outros tipos de ações maliciosas. No total, mais de 550 mil instalações foram observadas dos aplicativos, mostrando um número alarmante de dispositivos que poderiam ter sido infectados, controlados remotamente ou com dados roubados (prática mais comum nesses casos).

Tudo indica que os aplicativos já vinham utilizando tais mecanismos de evasão para praticarem o adware não permitido. Alguns usuários criticaram versões anteriores relatando lentidão no dispositivo, sumiço do aplicativo após a instalação, dificuldade em jogar por conta dos anúncios em tela cheia e outros problemas.

Usuários avaliam aplicativos no Google Play

Após o relato dos pesquisadores, a equipe do Google Play derrubou os aplicativos da loja. A prática de Adware esteve nos trending threats de 2019 e parece que também estará em alta em 2020, tendo como um dos principais alvos os usuários do sistema operacional Android. Mesmo que os aplicativos sejam considerados Riskware é importante que os usuários estejam sempre atentos às avaliações dos aplicativos antes da instalação e utilizar algum tipo de proteção secundária no dispositivo como um Antivírus.

Aplicativo Ofensivo no Google Play

Por Humberto Júnior

Deixe seu Comentário