Por pbagora.com.br
 
 

Igual a situação que aconteceu na UFPB, o presidente Jair Bolsonaro nomeou, para o cargo de reitor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), o professor Antônio Fernandes. Ele foi o terceiro colocado na eleição interna da instituição, ano passado, com apenas 19,47% dos votos.

O 1º colocado na lista tríplice foi o professor Vicemário Simões, com 50,45% dos votos. Em segundo ficou o professor John Kennedy, com 30,07%. Semanas atrás o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu que o presidente tem a prerrogativa de indicar qualquer um dos nomes da lista, sem seguir a ordem de votação.

Ao desconsiderar a ordem da lista, contudo, o presidente ignora a vontade expressa de estudantes, professores e servidores da universidade; e fragiliza a democracia interna das instituições.

Perfil do escolhido

Antônio Fernandes é formado em Farmácia Bioquímica pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e doutor em Farmácia pela Universidade de São Paulo (USP).

Ele é professor associado da UFCG, nos cursos de Enfermagem e Medicina, e atua nas áreas de Bacteriologia Médica, Infecção hospitalar e biotecnologia. Atualmente, ele também exerce a função de diretor do Centro do Campus da UFCG no município de Cajazeiras, Sertão do Estado.
A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União, veja:

Redação

 
 
Notícias relacionadas

Karnal: “Quem considera que melhorar como pessoa é secundário comete um equívoco estratégico gigantesco”

Para almejar realizações pessoais e profissionais é preciso dar um salto de qualidade rumo à ação, que é possível quando o comodismo sai de cena para dar espaço à modificação.…

Aulas da rede estadual começam nesta segunda de forma remota

Em meio a campanha de vacinação e o aumento dos casos de Covid-19, as aulas da rede pública de ensino da Paraíba começam nesta segunda-feira (1º) de forma remota. As…