Por pbagora.com.br

Um novo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) passará a ser aplicado para mais séries da educação básica e também será mais uma possibilidade para o aluno ingressar no ensino superior. A portaria foi assinada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, e publicada na edição desta quarta-feira (6), do Diário Oficial da
União (DOU).

As provas desse novo modelo de avaliação do Saeb serão em papel para os 2º, 3º e 4º anos do ensino fundamental e eletrônicas do 5º ano em diante. Atualmente, o método limita-se a estudantes de 2º, 5º e 9º anos do ensino fundamental e da 3ª série do ensino médio.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é responsável pela aplicação da avaliação. Segundo o órgão, o exame feito pelo computador permitirá ter estimativas mais precisas da proficiência dos alunos, assim como redução no tempo da coleta de dados e da divulgação dos resultados.

Outra novidade é o ingresso no ensino superior por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) seriado a partir do novo Saeb. As provas aplicadas a alunos do ensino médio formarão uma nota a partir da pontuação adquirida em cada série desta etapa de ensino, que poderá ser utilizada para ingresso na universidade. De acordo com o Inep, os estudantes que fizerem a prova da 1ª série do ensino médio em 2021 já estarão concorrendo a vagas nas universidades para quando concluírem o ensino médio, em 2023.

Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a medida será adotada a partir do segundo semestre de 2021 para alunos do primeiro ano do ensino médio e a implementação total será gradativa nos próximos anos.

O Enem tradicional vai continuar sendo aplicado, uma vez que o objetivo do Enem seriado é ser apenas mais uma porta de entrada ao ensino superior. “Essa é a novidade. Além do Enem tradicional, que vai continuar existindo, nós vamos oferecer também o seriado que é justamente aplicação da prova do Saeb no primeiro ano, segundo ano e no terceiro ano. E, com esse conjunto de provas, o aluno pode acessar diretamente a faculdade sem precisar fazer o Enem tradicional”, explica o presidente do Inep, Alexandre Lopes.

*Com informações do Inep
Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Variação no preço do material escolar chega a 185,00% em João Pessoa

A Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba, Procon-PB, através do Setor de Pesquisa e Estatística, realizou no dia 20 e 21 de janeiro uma pesquisa referente à…

Pedidos para reaplicação do Enem podem ser feitos a partir de hoje (25)

Estudantes inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que não puderam fazer as provas do primeiro ou segundo dia por motivo de doença ou problemas logísticos podem solicitar a…