Por pbagora.com.br

Docentes e servidores da Universidade Federal da Paraíba ( UFPB) fazem paralisação contra nomeação de reitor menos votado em consulta pública. O ato público vai ser realizado por professores, servidores e alunos, na tarde desta quarta-feira (18), na Praça da Paz, no bairro dos Bancários.

Eles protestam contra a nomeação do candidato menos votado na consulta pública, Valdiney Veloso Gouveia, para reitor da instituição. A decisão da paralisação foi do Sindicato dos Docentes da Universidade Federal da Paraíba (AdufPB) aprovada na última sexta-feira (13).

O professor Valdiney Veloso Gouveia foi nomeado reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), No dia 5 de novembro, pelo presidente Jair Bolsonaro (sempartido), para os próximos quatro anos. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O docente foi o último colocado na consulta online entre os professores, técnico-administrativos e alunos, com soma ponderada e normalizada de 106,496. Além disso, Valdiney não teve nenhum voto durante a formação da lista tríplice pelo Conselho Universitário (Consuni).

A Chapa 2, denominada “Inovação com inclusão”, de Terezinha Domiciano e Mônica Nóbrega, venceu a consulta online da universidade, com soma ponderada e normalizada de 964,518. A chapa também liderou a lista tríplice da Consuni, com 47 votos.

A nomeação de Valdiney Veloso foi vista como um desrespeito pela comunidade acadêmica e deu início a uma série de protestos. Estudantes chegaram a se acorrentar na UFCG como forma de protestar contra o ato do presidente Jair Bolsonário.

PB Agora

Deixe seu Comentário