A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) entrou na lista das instituições com programa de pós-graduação com conceito máximo na avaliação quadrienal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – que equivale a padrões internacionais de excelência. O resultado, conceituando 4.175 programas do país, foi divulgado nessa terça-feira, dia 19.

“A nota sete obtida pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica promove ainda mais o reconhecimento internacional da UFCG”, afirmou o reitor Vicemário Simões. Na área, apenas os programas da PUC/Rio e da USP/São Carlos obtiveram o mesmo conceito.

O Doutorado em Matemática (associado com a UFPB), atingindo o conceito cinco, e os programas de Letras (Mestrado em Linguagem e Ensino) e o de Sociologia (Mestrado e Doutorado em Ciências Sociais), que elevaram seus conceitos para quatro, “aumentam o realce da instituição nacionalmente”, avaliou o reitor, destacando ainda o bom desempenho de outros programas.

"Os que permaneceram com conceitos inalterados – a exemplo do Mestrado profissional em Matemática e dos mestrados e doutorados em Engenharia Agrícola e em Engenharia de Materiais, com cinco – têm papel relevante e mantém a pós-graduação da UFCG entre as de destaque nacional", considerou.

Para o pró-reitor de Pós-Graduação, Benemar Alencar, "a avaliação também é importante para reorientar os programas que tiveram seus conceitos baixados". Numa análise global, destacou os avanços da UFCG na área de Humanas (dois dos três programas aumentaram seus conceitos) e atribuiu os resultados adversos de Medicina Veterinária e Meteorologia a fatores circunstanciais, "uma vez que são consolidados e reconhecidos nacionalmente".

"Os fatores impactantes nas avaliações de Zootecnia e das engenharias de Processos e Química serão levantados para que possamos estabelecer ações para retomada dos patamares em que se colocavam", comentou o pró-reitor.

O diretor do Centro de Engenharia Elétrica e Informática (CEEI), José Sérgio da Rocha Neto, ao parabenizar os que fazem o programa de Pós-graduação em Engenharia Elétrica, lembrou que o curso, já reconhecido internacionalmente, chega à pontuação máxima pelas conquistas constantes da sua graduação (cinco estrelas, em avaliações nacionais há mais de dez anos) e pós-graduação (conceito seis em avaliações anteriores), provendo os talentos que a destacam. "Todos os que fazem a Engenharia Elétrica estão de parabéns", resumiu.

Destaque

O programa de Engenharia Elétrica da UFCG está entre os 179 programas de pós-graduação do país (4,3%) com desempenho equivalente a padrões internacionais de excelência, com nota 7.

Dos 4.175 programas avaliados, 6,8% atingiu nota 6 (também nível de excelência internacional), 18% atingiu nota 5 (nível de excelência nacional). As notas 4 e 5 significam um desempenho entre bom e muito bom. Aos cursos que apresentam padrões mínimos de qualidade, com desempenho médio, é atribuída nota 3.

Avaliação Quadrienal

A Avaliação Quadrienal 2017 foi realizada por 1.550 consultores, que se reuniram no edifício-sede da Capes, em Brasília, de 3 de julho a 11 de agosto deste ano. Os consultores avaliaram os 4.175 programas e seus 6.303 cursos, sendo 3.398 de mestrado, 2.202 de doutorado e 703 de mestrado profissional.

As comissões utilizam como base para a avaliação as informações fornecidas de forma contínua pelos programas durante o período avaliado, por meio da Plataforma Sucupira. Ao início de cada ano, as informações referentes ao ano anterior são chanceladas pelos pró-reitores.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário