Por pbagora.com.br

O partido Cidadania em João Pessoa, presidido pelo vereador Bruno Farias, emitiu nota de solidariedade à comunidade acadêmica da UFPB após o presidente Bolsonaro nomear o menos votado da lista tríplice como o novo reitor da instituição.

Na nota, Bruno Farias declara que a escolha pe um retrocesso na ambiência da democracia da Universidade.

Confira:

Tendo a democracia como um de seus pilares básicos, o Cidadania JP apoia a comunidade acadêmica da UFPB, que teve sua decisão, na eleição do novo reitor, contrariada, tendo o menos votado da lista tríplice sido nomeado para o cargo.

O presidente do Cidadania em João Pessoa, o vereador Bruno Farias, reafirma o valor democrático. “Acredito na democracia como valor máximo do nosso ordenamento jurídico, como conquista inalienável do povo brasileiro e como um dos princípios mais sagrados da vida republicana em sociedades livres. É preciso, pois, que a decisão da comunidade universitária seja respeitada em sua integralidade, sob pena de testemunharmos um grave retrocesso na ambiência democrática da nossa Universidade”.

Bruno afirma ainda que a autonomia e a democracia interna da UFPB não devem ser vilipendiadas desta forma, ferindo o regime democrático de direito, onde a reitora eleita pelo voto da maioria não foi nomeada. “Reitora eleita é Reitora nomeada”, diz.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cursos profissionalizantes têm 185 vagas abertas em Colégio da UFPB; inscrições são até 10/01

O Colégio Agrícola Vidal de Negreiros abriu 185 vagas para cursos técnicos de nível médio. As inscrições podem ser realizadas até o dia 10 de janeiro. As aulas em sete…

“A gente respeita a gravidade do coronavírus”, diz diretora que teve permissão para voltar às aulas presenciais

A Justiça da Paraíba autorizou, em caráter liminar de urgência, que mais uma escola particular de João Pessoa volte às aulas presenciais. A autorização, da juíza Aylzia Fabiana Borges Carrilho,…