Por pbagora.com.br

As professoras Célia Regina Diniz e Ivonildes Fonseca, que compunham a Chapa 2 #UEPBForte, venceram a consulta prévia para a Reitoria da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). A eleição, que aconteceu de forma remota, das 8h às 20h desta quarta-feira (21), contou com a participação de professores, técnicos administrativos e alunos dos cursos médio, técnico, a distância, graduação e pós-graduação da Instituição. A chapa foi vencedora com um percentual de 44,34% do total de votos, recebendo 388 votos dos docentes, 283 dos técnicos administrativos e 2.027 dos discentes.

Os três mais votados agora irão formar a lista tríplice, que será encaminhada ao governador João Azevêdo.

Ao todo, quatro chapas disputaram a consulta pública. A Chapa 1 “UEPB+”, composta pelo professor José Etham de Lucena Barbosa e pela professora Valdecy Margarida da Silva, teve 16,82% dos votos, ficando em 3º lugar. A Chapa 3 “UEPB Educação com Inovação e Inclusão”, composta pelo professor Juracy Régis de Lucena Júnior e pela professora Jacqueline Echeverría Barrancos, obteve 16,77% dos votos, ficando em 4º lugar. E a Chapa 4 “UEPB Autônoma, Plural e Humana”, composta pelo professor Carlos Enrique Ruiz Ferreira e pela professora Maria Isabelle Silva Dias Yanes, computou 21,45% dos votos, ficando em 2º lugar.

Participaram da consulta pública para eleger os novos reitor e vice-reitor da universidade 5.781 estudantes, 721 professores e 641 servidores técnico-administrativos. Esta foi a primeira vez que um processo eleitoral na UEPB aconteceu de maneira remota, por conta da pandemia do novo coronavírus.

O pleito foi considerado tranquilo durante todo o período de votação. Para os representantes das comissões Eleitoral e Técnica, a comunidade universitária exerceu de forma exemplar seu direito ao voto, demonstrando compromisso e responsabilidade com todo o processo. Eles também ressaltaram o sucesso do uso do sistema de votação Helios Voting. A ata com os percentuais finais de cada chapa, levando em consideração apenas os votos válidos (eliminando os votos nulos e brancos), será divulgada oficialmente pela Comissão Eleitoral responsável pelo pleito nesta quinta-feira (22).

Para a professora Célia Regina, a vitória da Chapa 2 #UEPBForte foi a vitória da ética, do compromisso verdadeiro com a Universidade e do respeito com a comunidade universitária. Ela vai conduzir os destinos da UEPB pelos próximos quatro anos ao lado da professora Ivonildes Fonseca, que avaliou a vitória como um resultado expressivo, que impõe ainda mais responsabilidade à futura gestão para corresponder a confiança depositada.

Célia Regina foi indicada para a disputa da reitoria da UEPB pelo atual reitor da universidade, Rangel Júnior. Desde o ano de 2004 ela também ocupa cargos administrativos, e acumula 26 anos de experiência acadêmica.

Célia Regina Diniz – Natural do Rio de Janeiro, filha de paraibanos, pai de Coxixola, no Cariri e mãe de Campina Grande. Mãe de um casal de filhos. Engenheira Química pela UFPB; Mestre em Engenharia Sanitária e Ambiental pela UFPB; Doutora em Recursos Naturais pela UFCG.

Entre os anos de 1982 a 1993, foi professora do Ensino Fundamental e Médio. Professora da UEPB desde 1994, tendo se efetivado por meio de Concurso Público, em 2001. Lotada no Departamento de Enfermagem, do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), ministra os componentes Saúde Ambiental, Epidemiologia e Metodologia da Pesquisa.

Ivonildes da Silva Fonseca – Natural de Castro Alves/Bahia, radicada na Paraíba, tendo recebido o Título de Cidadã Guarabirense, é Mãe de dois filhos. Vinculada às áreas de Ciências Sociais, Humanidades e da Educação, cursoudoutorado em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB, 2011); Mestrado em Ciências Sociais pela UFPB(1995). Graduada em Ciências Sociais, (Licenciatura), em 1990, Ciências Sociais (Bacharelado), em 1992, eBiblioteconomia e Documentação, em 1979, cursos realizados na Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Em sua trajetória de vida, conviveu com Irmã Dulce (Mãe dos pobres) que, em parceria com Círculo Operário da Bahia, criou a Escola Santo Antônio, onde ela fez seu curso primário, em Salvador/BA.

A nova Reitora deve tomar posse no dia 13 de dezembro para conduzir os destinos da UEPB pelo quadriênio 2019/2024

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MEC determina volta às aulas presenciais a partir de janeiro de 2021

O Diário Oficial da União publica, nesta quarta-feira (2), portaria do Ministério da Educação (MEC), determinando que instituições federais de ensino superior voltem às aulas presenciais, a partir de 4…

“Escolas não são responsáveis pelo crescimento da pandemia na PB”

A polêmica envolvendo a reabertura de escolas na capital ganhou mais um capítulo, quando o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino Privado da Paraíba (Sinepe-PB), Odésio de Souza Medeiros,…