A área de pós-graduação da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) obteve mais uma importante conquista. A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) aprovou o Doutorado Profissional em Ensino de Ciências e Educação Matemática da Instituição. O resultado da aprovação foi divulgado na 4ª reunião extraordinária do Conselho Superior da Capes. A proposta de criação do novo Doutorado na área de Matemática, altamente elogiada na Comissão de Área do órgão, foi elaborada pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática (PPGECEM), que já conta com os mestrados Acadêmico e Profissional.

Único curso de Doutorado Profissional aprovado na região Nordeste e um dos únicos sete do país na Área Ensino da Capes, a nova pós entrará em funcionamento com as mesmas linhas de pesquisa do Mestrado Profissional. Ou seja, o programa aprofundará as linhas “Cultura Científica, Tecnologia, Informação e Comunicação”, “História, Filosofia e Sociologia das Ciências e da Matemática” e “Metodologia, Didática e Formação do Professor no Ensino de Ciências e Educação Matemática”. Ele inicia suas atividades com conceito 4 da Capes.

O coordenador do Programa, professor Joelson Pimentel, classificou a aprovação como uma conquista de toda a comunidade do PPGECEM. Ele enfatizou que a proposta foi resultado de um trabalho coletivo em uma construção que envolveu a coordenação, os professores, técnicos administrativos, alunos e ex-alunos, além da participação ativa, firme e de apoio de setores essenciais da UEPB, como a Reitoria, a PRPGP, a Coordenadoria de Relações Internacionais (CoRI) e a direção do Centro de Ciências e Tecnologia (CCT). Essa aprovação, segundo o professor Joelson, tem alto valor para o Nordeste, em especial para a Paraíba e para a UEPB, uma vez que há uma tradição, compromisso e responsabilidade da Universidade com a formação de professores e a busca incessante por melhorias nas diversas esferas de atuação dos profissionais do Ensino de Ciências e Educação Matemática.

“O Doutorado já foi aprovado em todas as instâncias. Agora precisamos aguardar os trâmites necessários à autorização para funcionamento, o que deve ocorrer até o início do ano que vem e, tão logo isso seja sinalizado, procederemos a seleção da primeira turma”, explicou Joelson. A perspectiva é que o edital para formação da primeira turma seja publicado no mês de março de 2020. A turma pioneira será formada por 10 doutorandos. As aulas serão ministradas no CCT.

A pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa, professora Maria José Lima, frisou que essa nova conquista é extremamente importante não só para a UEPB, mas para toda à Paraíba e região. “É o primeiro Doutorado Profissional na área de ensino aprovado pela Capes. Na região Nordeste não temos nenhum. Então a UEPB foi contemplada. O projeto é muito bom e foi extremamente elogiado pela Capes”, destacou. Ela lembrou que há 20 dias dois consultores da Capes visitaram e avaliaram a estrutura e o plano do programa e saíram impressionados com a forma como a UEPB abraçou a proposta, acatada pelo Conselho Superior do órgão.

Ao comemorar a aprovação, Maria José disse que a UEPB, o coordenador e os docentes do programa estão de parabéns pelo esforço na construção da proposta. Para ela, essa aprovação mostra que a Universidade, apesar de todas as dificuldades, está se consolidando e mostrando a força de sua pós-graduação. Com 53 anos de história, a UEPB conta atualmente com 21 mestrados e, agora, sete doutorados. Os cursos estão distribuídos nas grandes áreas do conhecimento da Capes (Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes, Engenharias, Multidisciplinar, Ciências Exatas e da Terra, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias, Ciências Biológicas).

Redação

Total
3
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário