Previsão é de que carga horária aumente de 4 para 7 horas

O Ministério da Educação (MEC) estabeleceu como uma das metas do Compromisso Nacional pela Educação Básica a ampliação da quantidade de vagas para o ensino médio em tempo integral. O projeto visa ampliar a carga horária do ensino médio de 4 para 7 horas diárias.

O projeto visa ampliar a carga horária do ensino médio de 4 para 7 horas diárias. Atualmente, são 230 mil matrículas na educação integral. A proposta tem como meta inicial atingir 500 mil novas matrículas até 2022. O Novo Ensino Médio, que reformula a série da educação básica brasileira, já ampliou a carga horária de 4 para 5 horas diárias.

Atualmente, são 230 mil matrículas na educação integral. A proposta tem como meta inicial atingir 500 mil novas matrículas até 2022. O Novo Ensino Médio, que reformula a série da educação básica brasileira, já ampliou a carga horária de 4 para 5 horas diárias.
Possíveis benefícios

Os benefícios do ensino em período integral podem ser sentidos pelos pais e alunos. Nesta modalidade, a família passa por menos tensão na hora de conciliar o trabalho com a vida escolar dos filhos. Isso porque os pais têm menos preocupação, pois sabem que os filhos estão em um ambiente de confiança com profissionais qualificados.
Já para as crianças, o ensino integral melhora o rendimento escolar, amplia a quantidade de atividades extracurriculares, promovendo o desenvolvimento cultural, social, cognitivo e motor dos estudantes.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo anuncia versão digital de diplomas com custo 80% menor

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que universidades e instituições de ensino superior terão uma nova modalidade de emissão de diplomas de graduação: o diploma digital. De acordo com o secretário…