A reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Margareth Diniz, sinalizou ainda temer que o contingenciamento anunciado pelo Governo Federal aconteça. No primeiro semestre, o Ministério da Educação anunciou a suspensão do repasse de verbas às instituições federais de ensino superior em todo o país.

Com o apoio de parlamentares estaduais e federais, a reitora participou de audiência com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, em Brasília no início do mês passado, onde o ministro se comprometeu com o envio de verbas emergenciais, no entanto, apenas parte deste recurso foi disponibilizado até agora.

Temendo o contingenciamento, em entrevista concedida à emissora de Rádio jovem Pan, na manhã desta segunda-feira, em João Pessoa, Margareth alertou que a UFPB poderá vir a ter suas atividades suspensas em setembro. “Até lá, se esse corte, que o ministro chama de contingenciamento não for revisto a universidade vai parar”, avisou.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Concurso da UFCG reúne mais de 26 mil candidatos neste domingo. Veja os locais de prova

Mais de 26 mil candidatos fazem a prova escrita objetiva do concurso público para servidores técnico-administrativos da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), neste domingo (15). Ao todo, foram oferecidas…