A UFPB, assim como todas as universidades do país, passou por dificuldades no ano de 2019, sobretudo devido ao bloqueio de cerca de 30% do orçamento. Infelizmente segundo a perspectiva da reitora Margareth Diniz, a previsão orçamentaria para este ano de 2020, não é muito diferente da do ano passado, pois o orçamento será igual no valor de R$ 170 milhões do e segundo Margareth Diniz esses recursos não serão liberados em sua totalidade. Até agora estão garantidos 64% desse total.

“Ficarmos com o mesmo orçamento de 2019 já é complicado, porque temos os dissídios coletivos da terceirização. Sem falar nos 36% contingenciados, que vamos depender da decisão do Congresso Nacional para recebê-lo”, destacou a reitora. Diante da situação, a estratégia para 2020 é evitar novos gastos e priorizar a manutenção da universidade, pagando as contas básicas.

A reitora garante, porém, que os alunos não devem se preocupar, porque os auxílios estudantis serão mantidos. “A prioridade é manter a normalidade e o funcionamento dos 16 centros. Agora, a gente vai ver até onde poderemos aguentar”, afirmou. Atualmente a UFPB tem cerca de 35 mil estudantes.

Campeão de patentes – UFPB encerra 2019 no topo das patentes, destaca reitora

https://www.pbagora.com.br/noticia/educacao/ufpb-encerra-2019-no-topo-das-patentes-destaca-reitora-margareth-diniz/

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mais da metade das inscrições do Sisu 2020 foi feita por celular e tablet

Segundo o Ministério da Educação (MEC), cerca de 70% das inscrições do Sistema de Seleção Unificada ( Sisu ) foram feitas por dispositivos móveis como celulares e tablets. Até o…