Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, informou, ontem (02), gestor determinou a suspensão temporária do transporte público por mais 15 dias, atualizando o decreto que iria encerrar no próximo sábado. Tal decisão culminou segundo funcionários da empresa Transacional da capital, em uma demissão em massa dos seus funcionários.

Segundo Cartaxo sua decisão foi a partir de estudos que apontam o mês de abril como decisivo no combate ao novo coronavírus. As linhas de ônibus que transportam profissionais de saúde estão asseguradas. “Não há um prazo definido, mas não se pode correr riscos com precipitações. Ficar em casa é salvar vidas. Nada é mais seguro, no combate à Covid-19, do que a prevenção. Todos precisam seguir esta recomendação”, disse o prefeito.

Em um vídeo postado pelas redes sociais, um suposto funcionário da empresa de ônibus Transnacional mostra diversos funcionários aglomerados em uma fila, para serem supostamente demitidos.

Veja o vídeo:

https://www.facebook.com/weber.luna/videos/2821428427910217/

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sindicato de bares e restaurantes contabiliza demissões na Paraíba

O impacto econômico do novo coronavírus atingiu com força o setor de bares e restaurantes na Paraíba. Segundo o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Paraíba (Abrasel-PB),…

Petrobras aumenta a partir de hoje diesel em 7% e gasolina em 5% nas refinarias

A Petrobras anunciou, nesta terça-feira (26), que subirá os preços do litro do diesel em 7% e da gasolina em 5%. Os novos valores valem a partir desta quarta-feira (27).…