As vendas do comércio varejista brasileiro registraram em dezembro de 2008 sua terceira queda mensal consecutiva, de 0,3%, segundo dados divulgados nesta terça-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No ano, no entanto, o setor acumulou alta de 9,1%.

 

 

Na comparação o mesmo mês do ano anterior – dezembro de 2007 -, o setor cresceu 3,9%.

 

 

Segmentos

Os segmentos que puxaram a retração de dezembro, na comparação com novembro, foram móveis e eletrodomésticos (-3,7%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (-3,7%), artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-1,4%) e combustíveis e lubrificantes (-0,8%).

 

 

Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo não apresentaram variação. Tecidos vestuário e calçados (0,6%), livros, jornais, revistas e papelaria (1,2%), e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (11,9%) registraram variação positiva.

 

 

Na comparação com dezembro de 2007, sete das oito atividades do varejo obtiveram aumento no volume de vendas, sendo a maior alta, de 35,6% no segmento de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação.

 

 

As outras altas são de 3,5% para hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, 4,5% em móveis e eletrodomésticos, 13,6% em artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, 6,5% para combustíveis e lubrificantes, 3,3% para outros artigos de uso pessoal e doméstico e 14,6% para livros, jornais, revistas e papelaria. Apenas tecidos, vestuário e calçados registrou queda de 6,3% em dezembro sobre dezembro.

 

G1

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vice-presidente da Caixa visita JP e recepção de funcionários surpreende

A visita de Paulo Henrique Angelo Souza, vice-presidente da Caixa Econômica Federal que pela imprensa chama os funcionários do banco de “heróis”, ficou surpreso com a recepção negativa em João…

Saque do auxílio emergencial é liberado a partir deste sábado; veja o calendário

Os repasses dos auxílios emergenciais não vão parar! A Caixa vai abrir neste sábado (30), das 8h às 12h, para atendimento aos beneficiários que receberam a primeira parcela até 30…